Pokémon Rpg Online
Bem vindo ao Pokemon Rpg online!
Se você ja é um jogador faça login.
Se é visitante e quer começar a jogar, registre-se!
Mas se quer ver o forúm primeiro para decidir se entra ou não aperte
"Não exibir mais".
Ah,vote em nós no top Brasil,é de graça!!!

Ass:Rafa Kimura'

Anotações de Treino do Faust

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Maria Vanúbia' em 19th Abril 2013, 09:55

" _Sejam bem vindos caros leitores. Não tenham grandes expectativas deste local, pois como dito no título, são anotações de minhas experiências de treino com meus companheiros pokémon. Todavia, espero que aproveitem a leitura de cada rascunho aqui encontrado. "
avatar
Maria Vanúbia'

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 1574
Idade : 21
Data de inscrição : 09/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Alan David' em 19th Abril 2013, 10:20

Okay, poste...





avatar
Alan David'
Treinador Pokémon
Treinador Pokémon

Poke Regras :
Número de Mensagens : 2604
Idade : 18
Localização : Terra
Humor : Depende da pessoa
Data de inscrição : 30/08/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Maria Vanúbia' em 19th Abril 2013, 10:57

- Treinamento do Lillipup -

03 - Os Felpudos



[ Praça Central de Accumula ]

*Mais um dia se passou. Aquela noite, tive de passar no centro pokémon. Logo cedo, acordei com os comentários rudes da Enfermeira Joy, quanto ao seriado que na tv estava a passar. Ela não muda nada, parecia até que já conheço-a de anos atrás. De qualquer forma, imediatamente peguei um caderno, este o qual estou anotando esse dia. Saí do Centro Pokémon, e me dirigi pela cidade. Por incrível que pareça ainda estava com fome, mais nada encontrei, então resolvi parar na praça que encontrei.

_Céus... parece que vou me perder a qualquer momento nessa cidade enorme... *Murmurei, enquanto sentava num banquinho, e olhava os arredores.

*Um ronco em minha barriga, me trouxe para a realidade, todavia também me trouxe uma ideia. Estando com fome, por que não pedir ajuda ao melhor farejador do time? Puxei então uma pokebola de meu bolso, e a lancei mais a frente, revelando ter escolhido Lillipup para me ajudar.

_ Lillipup, sei que você fareja bem. Consegue sentir o cheiro de qualquer loja de alimentos por aqui? *Indaguei.

*Em questão de segundos, o pequeno felpudo soltou um latido alegre, que parecia concordar com o que pedi. Colocou sua narina ao chão, e então começou a farejar algo. Sem dúvidas havia encontrado, pois o pequeno Lillipup disparou na direção leste, correndo como se não houvesse amanhã.

_Ah! Me espere Lillipup, não quero ver você fazendo nenhuma confusão na loja! *Gritei tentando chama-lo, mais numa tentativa falha, pois ele nem me ouviu.

*Depois de um tempo correndo, virei ao lado de algumas casas, e notei que bem a frente havia uma espécie de pequeno restaurante. As mesinhas ficavam ao ar livre, e a decoração era bem chamativa, mas simples também. Lillipup estava lá, saltando em cima de uma mesa, onde furtou desta, uns sanduíches que alguém parecia estar comendo.

*Assim que o fez, Lillipup percebeu que a pessoa a qual estava comendo tais sanduíches, ficou furiosa, e então o felpudo correu em minha direção, procurando se esconder para não ser repreendido. Naquele instante, uma garota de cabelos rosados, com vestimentas simples, e com um olhar emburrado se aproximou de nós correndo...

_Ma-Ma-Mas o que esse Felpudinho ai fez com MEUS Sanduíches?!? *Indagou ela, olhando profundamente em meus olhos, afim de me amedrontar.

_Ah, er... me perdoe! O Lillipup ainda tem alguns hábitos de quando o capturei, e as vezes acaba roubando o primeiro alimento que encontra...*Respondi desesperado para não gaguejar, pois eu não procurava nenhum problema.

_Que desgosto! Um treinador que tem um felpudo tão lindo, e não sabe trata-lo do modo correto! Eu e meu Tedd somos muito mais disciplinados! *Disse, toda autoritária.

*Não sou de aceitar provocações, mais aquela altura, já estava meio desnorteado, acabei me deixando levar...

_Ora pois, então por que não decidimos isto em uma batalha? * Indaguei

_Ahahahaha! Era isso que eu esperava, então você tem coragem a ponto de me desafiar? Vamos ver até onde vai essa coragem! *Gargalhou ela.

_Então venha Lillipup, vamos mostrar do que capazes!

_Aqui vamos nós, Tedd! *Gritou ela, lançando sua pokebola.

[ Batalha... ]

* Imediatamente ordenei para que Lillipup se posicionasse a frente. Da pokebola da garota, finalmente foi revelado quem era Tedd, nada mais nada menos que um Teddiursa. O Ursinho a princípio se fez de desentendido, mais ao notar a presença de Lillipup, fixou o olhar neste, preparando-se para ataca-lo.

_Então vamos começar Lillipup, com seu Bite diretamente! *Dei inicio a partida, apontando para que Lillipup atacasse o oponente.

_Ahahaha! Não vamos cair num golpe tão barato! Tedd salte, e quando cair, Scratch! *Contra-atacou a garota.

*De fato aquele Teddiursa era bem habilidoso. Lillipup ouviu meu comando e disparou na sua direção, mostrando-lhe os dentes, com os quais ele atacaria o Ursinho. Teddiursa imediatamente saltou no ar, escapando da mordida de Lillipup! Num rodopio, o Urso conseguiu retomar o equilíbrio e descer, desferindo um golpe com suas garras em Lillipup, que rolou para a esquerda, mais ainda conseguia se levantar!

_Ooohhh, o felpudinho ainda pode lutar? Você é tão adorável, que me dói te ferir... então use o Charm, Tedd! *Disse a garota, sentindo-se a vencedora da batalha antes do tempo.

*Para minha surpresa, o Ursinho da garota conseguiu realizar a ação com grande rapidez, virando-se, e lançando um olhar extremamente adorável para Lillipup! O Charm havia afetado o felpudinho com êxito, diminuindo drasticamente seu ataque, e o deixando meio bobo frente a atacar aquela coisinha fofa que ela chamava de Tedd.

_Lillipup... Lillipup! Me escute oras, você precisa revidar! *Indaguei, mais o Lillipup parecia abobado demais pra me ouvir...

_Ahahahaha! As coisas estão ficando divertidas não é? Porém... eu já cansei desse brinquedo, e sabe o Tedd faz com brinquedos velhos? Ele rasga... *Disse ela num tom malicioso e até assustador.

*Dito isso, seu Tedd levantou as mãos, mostrando-lhe suas garras, que agora cresciam um pouco, e brilhavam. Sem dúvidas, aquilo era a preparação para um Slash! O ursinho, ao contrário do que se pensava, era rápido, e conseguiu sair em disparada na direção de Lillipup! Aquele golpe sem dúvidas seria fatal... seria.

_Acorde Lillipup, preciso de você! Mostre pra ela que você é muito melhor do que parece, então abra seus olhos! *Gritei, tomando toda atenção da batalha para aquele momento.

*De fato, meu pedido foi suficiente para chamar atenção do Felpudo, que imediatamente acordou, e notou a cena que estava para acontecer, visto que o Urso corria muito rapidamente em sua direção, colocando as garras para frente, em via de desferir seu ataque!

Lillipup não esperou sequer um comando, usou o que achou ser mais efetivo naquele momento, e sem dúvidas funcionou. Usando da eletricidade, Lillipup disparou um Thunderbolt o qual saiu numa velocidade superior a do Teddiursa, surpreendendo ao ursinho que por ser atingido pela enorme descarga elétrica, foi lançado no ar, ficando inconsciente por alguns instantes!

_M-Mas o que? Tedd, onde está sua classe? Retome a consciência JÁ! *Resmungou a garota, perplexa.

*Por mais que ela gritasse, Tedd estava no limite, seu corpo após receber toda aquela descarga elétrica, estava muito machucado. Para um felpudo como aquele, nem mesmo a experiência era capaz de preveni-lo de tal acontecimento!

_Pois bem, vamos acabar com isso! Lillipup, use o Thunderbolt mais uma vez! *Ordenei, apontando para que o felpudo atacasse mais acima.

*O Turno final da batalha havia chego. Após a reviravolta de Lillipup, Tedd se via numa situação ruim e sem volta. Com minha ordem, Lillipup tratou de usar novamente aquela eletricidade num Thunderbolt o qual saiu com rapidez, eletrocutando novamente Tedd! A força da descarga foi suficiente para deixa-lo de vez inconsciente perdendo a batalha!

[ Fim da Luta ]

_Ahh...droga! Tedd, você está bem? Me escute... coma isso aqui! *Dizia a garota, pegando seu Teddiursa no colo, e oferecendo-lhe uma berry eficiente contra paralisia.

*Notei que apesar de todo autoritarismo da garota, ela se preocupava bastante com aquele pokémon. Me aproximei dela, para parabeniza-la pela luta, e para minha surpresa, ou não, ela me retribuiu com rigidez e arrogância.

_Meus parabéns, seu Teddiursa lutou muit- *Dizia, até ser interrompido por um ataque de fúria da garota...

_Cala a boca! Você só ganhou por sorte... e trapaceou em ensinar um golpe elétrico pro seu Felpudo! *Respondeu ela, frustrada.

_Desculpe, não era minha intenção. Todavia, eu ainda não sei seu nome, teria a honra de me dizer? *Exclamei, enquanto oferecia-lhe a mão, para que ela levantasse.

*Por um momento toda aquela armadura de arrogância da garota parecia ter sumido, quando no toque de minha mão, a garota pareceu corar. Ela aceitou minha ajuda, e então levantou-se arrumando suas vestes, enquanto recolhia o Teddiursa a pokebola.

_E-Eu... me chamo Lara! E você? *Indagou ela, gaguejando um pouco.

_Prazer Lara, sou Aaron! *Respondi, me apresentando.

*Aquele foi um breve momento amigável visto que depois de toda aquela batalha, finalmente pudemos nos entender. A garota já não estava mais tão furiosa, mais quase que simultaneamente, roncos foram soltos de nossas barrigas. A fome nos assombrava, e alguns risos também devido a situação.

_Creio que seja melhor lancharmos, aceita que eu a acompanhe? *Indaguei.

_N-Não tem pr..problema nenhum!Aha..ha..haha... *Respondeu ela, ficando sem graça.

*Então estava combinado, lanchariamos naquele mesmo "restaurante" que havia por ali. Quem estava mais animado com tudo isso sem dúvidas era Lillipup, que depois de todo esforço, além de vencer uma batalha espetacular, agora seria recompensado com um delicioso almoço!Sim, já estava quase na hora do almoço... demoramos um pouco na batalha, e acabamos perdendo a noção de tempo.Todavia, ali ficamos, até finalizar o almoço...







Lispector, Vanúbia.
avatar
Maria Vanúbia'

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 1574
Idade : 21
Data de inscrição : 09/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Alan David' em 19th Abril 2013, 11:00

Valido!

5 Estrelas





avatar
Alan David'
Treinador Pokémon
Treinador Pokémon

Poke Regras :
Número de Mensagens : 2604
Idade : 18
Localização : Terra
Humor : Depende da pessoa
Data de inscrição : 30/08/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Maria Vanúbia' em 22nd Abril 2013, 16:08

- Treinamento do Lillipup e da Servine -

04 - Mais um Rocket



[ Algum restaurante da cidade ]

*Depois de um pouco lutar com a garota, acabamos por lanchar naquele restaurante que ali encontramos. A comida estava agradável, ainda mais seguida de comentários sobre a batalha que tivemos, e alguns até sobre os próprios pokémons, visto que Lillipup estava com a auto estima no máximo por ter vencido a batalha.

_Esse seu felpudo escondia muito mais do que aparenta, Ahahahaha! *Disse Lara, sorrindo enquanto comia um sorvete.

_Sim, até hoje fico um pouco surpreso em como consegui derrota-lo. Será que ele não veio comigo só pra não passar fome?

*Meu comentário gerou mais algumas risadas, e uma certa fúria do felpudo que latia pra mim, mais logo entrou no clima também.

Tudo parecia estar indo bem, até que terminamos a refeição. O Atendente na loja parecia ser de uma classe muito conhecida em Unova, os Sommelieres, e por isso nos tratou muito bem, com esplêndida atenção. Agradecemos por tudo, e partimos, agora seguindo para a saída da cidade, enfim era chegada a hora de partir...

[ Saída da Cidade ]

_É, parece que agora é hora de nos despedirmos... *Disse, iniciando a conversa que convenhamos não era agradável pra nenhum dos dois.

_M-Mas já? Eu..E-Eu.. na... *Lara tentava dizer algo, mais parece ter engasgado com as palavras.

*Antes que a garota pudesse recuperar a fala, alguém que caminhava pelo local, deu-lhe um esbarrão, que levou a garota ao chão. Imediatamente tratei de socorre-la, ajudando-a a levantar, e mostrando devida atenção ao ocorrido...

_Você está bem? Machucou algo? *Indaguei, um pouco preocupado.

_Não..eu estou bem, estou bem! Mas...espera! Onde está minha pokebola? Tedd?! TEDD! *Gritou ela, entrando agora em desespero.

*Não sei ao certo o que me deu, mais no mesmo instante em que ela dizia ter perco sua pokebola, minha mente associou imediatamente ao momento em que o tal homem esbarrou nela, a derrubando no chão. Aquele esbarrão era mesmo coincidência? Claro que não. Corri na direção do homem que já caminhava um pouco mais a frente, e o surpreendi.

_Creio que você está com algo que não lhe pertence meu caro... *Indaguei.

_Com licença, que não me pertence? Você fez uma colocação errada garoto... porque achado não é roubado! *Respondeu ele, virando-se para mim com um sorriso bem cínico.

_Não sabia que mexer no bolso dos outros, seria achar. Mais se eu estiver equivocado podemos resolver isso ao bom e velho método...

_Batalhar? Você tem certeza garoto? Aqui e agora, é o melhor momento pra você perder, e ser ridicularizado na frente da namoradinha...Hihihihihi! *Concluiu o Homem, com uma risada das mais escrotas.

_Namoradinha? Ridicularizar? Você está mesmo equivocado sobre mim meu caro. De toda forma, vai aceitar meu desafio? Ou simplesmente correr? *Indaguei, mantendo a confiança.

_Faça como quiser! Pode usar todos seus pokémons, que não vai vencer meu único parceiro! Hihihihihih! *Gargalhou o homem, puxando levemente uma pokebola de seu bolso.

[ Batalha ]

*Enquanto o Homem de sobretudo negro, realizava o ato de erguer o braço até seu bolso esquerdo, buscando sua pokebola, pude perceber que por baixo daquele sobretudo, um simbolo de R ali estava! Rockets... são sempre eles os culpados!

Logo, o Rocket lançou sua pokebola, revelando um pokémon que parecia ser do tipo venenoso. Mas este não era somente um básico, e sim um evoluído, o que seria um problema de enfrentar a esta altura, sendo um treinador novato. Por instinto do que eu achava correto, imediatamente saquei a pokebola de minha Servine, lançando-a para batalha.

_Pois bem, vamos descobrir do que se trata oponente... *Disse enquanto erguia minha pokedex na direção do tal pokémon, identificando-o como um Weezing!

_Um Weezing? Já ouvi falar deles, são muito usados por Ladrões, e tem habilidades de produzir fumaça, desde as mais densas, até as mais tóxicas! *Alertou Lara, um pouco preocupada.

_ Não é só isso que meu Weezing pode fazer garotinha! Fica esperta, Hihihihih! *Gargalhou o Rocket.

_ De qualquer forma, não vamos dar tempo a ele, pois tempo aqui é o que nos falta! Então comece usando seu Leaf Storm! *Ordenei.

* Servine ouviu meu comando, e cheia de si saltou, balançando sua cauda num movimento circular, o que empurrou para frente um grande turbilhão de folhas, estas girando em sincronia e numa sequência correta, a qual gerou a força do ataque! Weezing aguardava pacientemente a ordem de seu treinador enquanto o tal turbilhão de Leaf Storm se aproximava...

_ Hihihihih, folhas não são o suficiente jovenzinho! Weezing, Poison Gás!

*Com a ordem dada pelo Rocket, o pokémon exalador de fumaça abriu sua boca, liberando uma corrente de um gás aparentemente denso e arroxeado! O Gás liberado circundou todo o Leaf Storm lançado, e imediatamente degenerou as folhas num processo com imensa rapidez! As folhas não conseguiam se manter em estado firme perto de toda poluição produzida pelo gás, que as aniquilou sem deixar 1 sobrar!

_Entendo... o veneno dele pode ser perigoso, mas não invencível! Servine agora use o Leaf Storm novamente! *Ordenei, agora com um olhar fixo que demonstrava minha calma, e consequentemente que eu tinha uma carta na manga.

_O que pensa em fazer garoto? Com esse olhar determinado, mantendo firmeza nos ataques... você não vai vencer, entenda! Weezing, Poison Gas novamente! *Retrucou o Rocket.

* A princípio parecia mesmo que tudo que eu estava fazendo era uma repetição, mais logo foi provado que não. Assim que o Turbilhão de Folhas de Servine foi em direção de Weezing, e este abriu sua boca para lançar o gás venenoso, algo o surpreendeu! As folhas do Leaf Storm demoraram muito mais para ser degeneradas, pois pareciam estar mais fortes e resistentes. Sim, a habilidade Contrary de Servine estava ativada, garantindo-lhe um aumento na força ao invés de diminuição, o que fez com que seu ataque estivesse aumentando a medida que usava, deixando o Poison Gás de Weezing, impotente suficiente para degenerar as folhas!

_Agora é nossa chance, Gastro Acid Servine! *Ordenei repentinamente em meio a surpresa.

* Meu comando sem dúvidas foi dado num momento estratégico para que o oponente não tivesse chance de revidar! A Servine então aproveitou o susto que Weezing teve em ver sua técnica falha, e de surpresa saltou, lançando-lhe um ácido que cobriu seu corpo, e pelo efeito do Gastro Acid cancelou sua habilidade de levitação, o fazendo cair no chão!

_Maldito! Sabia que você estava tramando alguma coisa! Não acha que vai se safar só porque conseguiu imobilizar meu Weezing! Venha Koffing! *Exclamou o Rocket, invadindo a batalha com mais uma pokebola, esta a qual revelou seu Koffing!

_Se você pretende fugir das regras somente para vencer, não sou eu quem está trapaceando! Pois muito bem, vamos lutar de igual para igual, então venha Lillipup! *Continuei, agora chamando Lillipup para a batalha também!

_Vamos lá, Weezing lança o Sludge Bomb, e Koffing Poison Gás em giratória! *Comandou o Rocket, agora gaguejando um pouco com medo da derrota.

_ Por que está tão nervoso, a batalha nem acabou ainda! Pois então vamos Servine, Protect!

* Quase que instantaneamente a Servine tomou a frente de Lillipup, e circundou-os por uma barreira verde clara de proteção, dada pelo seu Protect! O Golpe foi dado no momento certo, e com força suficiente para defende-los do chaos provocado pelo uso de Sludge Bomb e Poison Gás dos pokémons oponentes, que não surtiram efeito sobre os dois! Assim que a fumaça começou a então baixar, Servine rastejava com velocidade até os dois pokémons adversários...

_Servine, Leaf Storm por obséquio? *Pedi gentilmente a minha parceira que atacasse, despreocupado com o resultado.

*Sabia que o fim já estava dado desde o momento que o tal Rocket quebrou as regras da batalha invadindo-a com outro pokémon. Era visível o desespero nos olhos do Homem ao notar que seus pokémons estavam indefesos, frente a Servine que agora saltou, balançando a cauda a frente, enviando-lhes aquele imenso e poderoso turbilhão de folhas novamente, e assim que atingidos pelo Leaf Storm, os dois pokémons voaram para cima lançandos pelo tornado...

_Finalize a luta meu felpudo... Thunderbolt! *Conclui, agora pedindo a Lillipup que acabasse com tudo.

* De fato, o felpudo entendeu o fardo que lhe foi dado, e usufrui de cada segundo daquele breve momento de "fama". Lillipup correu a frente, e tomando impulso no salto de Servine, o cãozinho também conseguiu saltar, ganhando mais altura, o suficiente para atingir os dois oponentes ao mesmo tempo pela sua descarga elétrica dada pelo Thunderbolt!

O Ataque elétrico foi suficiente para eletrocutar com devida potência tanto Weezing quanto Koffing! A força dos ataques fora demais, fazendo com que ambos caíssem fora de combate, levando consigo o Rocket, que também foi de joelhos ao chão.

[ Fim da Batalha ]

_Weezing....Koffing....Por que vocês sempre me fazem passar vergonha? Mamãe nunca vai se orgulhar de mim! *Resmungava o homem, enquanto recolhia seus pokémons, e choramingava pela derrota.

_Com sua licença, gostaria de tomar isso de volta! *Exclamei, enquanto puxava do sobretudo deste, a pokebola de Tedd, que pertencia a Lara.

_Leva essa droga de pokebola, eu não precisava dela mesmo! Agora quem pede licença sou eu... Mamãe vai saber disso! *Choramingava ele, enquanto correu para outra saída da Cidade.

*Caminhei até Lara que parecia estar aliviada ao receber de minhas mãos, a pokebola que contia seu Teddiursa. Para uma despedida, acho que tudo correu perfeitamente. Que lembrança melhor que essa para guardar esse encontro?

_Obrigada Aaron, eu...eu fiquei muito feliz de te conhecer. *Disse ela, enquanto de repente avançava bem próxima de meu rosto, e...

_Ei, o que está fazendo? *Exclamei, surpreso com a atitude da garota.

*Ela então parou, parecendo tão mais surpresa que eu, e voltou um passo para traz. Sua cara era de totalmente desentendida, e então foi que finalmente entendi do que se tratava. Mais na verdade, não era isso que eu estava querendo proporciona-la...

_Peço perdão Lara, mas, eu já sou comprometido. *Disse, sendo o mais direto possível.

*Acredito a partir de agora, que essa não é a melhor maneira de quebrar com as esperanças de uma garota. A boa lembrança que eu acabara de proporcionar a ela, se quebrou, e pude ver isso nas lágrimas que caíram do rosto dela, assim que ela se virou e saiu em disparada por outro caminho.

Enfim, não havia o que fazer. Eu quebraria o princípio pelo qual viajo, se parasse minha jornada outra vez, para procura-la. Não havia tempo, muito menos porque. Virei-me, e depois de um longo suspiro, recolhi meus pokémons para a pokebola.

_Está na hora de partirmos. Ainda temos muito o que fazer nessa região, que parece ter mudado tanto desde que a vi pela última vez... *Exclamei, com o pensamento profundamente distante.

*E dito isso, segui pela saída da cidade, procurando continuar minha Jornada. Onde estaria Lara? Por que de tantos Rockets estarem aparecendo assim aleatoriamente? Coisas que só saberei, se continuar...
avatar
Maria Vanúbia'

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 1574
Idade : 21
Data de inscrição : 09/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Zaine em 22nd Abril 2013, 17:13

~realmente mt bom... 5 estrelas bem merecidas~








avatar
Zaine

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 454
Idade : 19
Data de inscrição : 10/11/2012

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Maria Vanúbia' em 24th Abril 2013, 17:28

- Treinamento do Minccino -

06 - Escolhas



[ Aspértia Town ]

*Depois da captura de Minccino, estava realmente animado para desafiar meu primeiro ginásio. Meu time de pokémons parecia bem treinado, o que me trazia satisfação em saber que os treinei bem antes de me guiar até tamanho desafio. Finalmente era chegado o momento, em que saí do Centro Pokémon, acompanhado de meu mais novo integrante Minccino, com rumo ao Ginásio da Cidade.

_Pois bem Minccino, creio que você saiba do que se trata. Estamos indo para o meu primeiro grande desafio... está pronto meu caro? *Indaguei confiante, enquanto caminhava.

*O Felpudo parecia estar muito confiante também. Não era pra menos, apesar do tamanho, e pouco tempo no time, Minccino já havia demonstrado ser muito experiente em batalhas quando lutamos naquela maravilhosa floresta. Imagino que sua experiência venha das diversas situações mundanas que o perseguiram durante esses tempos em que ele tinha de defender seu próprio território.

De qualquer forma, caminhamos em meio aquela cidade que nem muito grande era. Questão de alguns passos para encontrarmos o centro do local, este o qual tinha uma placa avisando para qual lado era o Ginásio. Desfrutei de tal informação, enquanto muito agradecido caminhei despreocupado com tudo. O Clima estava ameno, e ventando levemente, trazendo até mesmo um certo conforto durante o caminho... senão fosse pelo esbarrão que acabei de proporcionar a alguém.

_Oh, céus! Onde estou com a cabeça... mal pude perceber que estava distraído! Você está bem? *Perguntei, enquanto me desculpava pelo ocorrido, e estendia a mão para ajudar a pessoa.

_Ah! Não foi nada, agradeço a preocupação, hahahahaha. *Respondeu o garoto, até muito simpático.

*Este levantou, e parecia trajar roupas de um estudante local. Usava óculos, e apesar do perfil que muitos diriam ser "Nerd", ele parecia muito calmo em conversar, e tinha uma desenvoltura boa. Não carregava muitos livros, somente 1 Pokebola, a qual o ajudei a recuperar depois do esbarrão.

_Realmente, sinto muitíssimo. Creio que a ideia de desafiar o ginásio tenha me deixado um pouco nas nuvens... *Exclamei, tentando quebrar o clima deixado após a situação.

_Desculpe, mas você pretende desafiar o ginásio de Aspertia? *Indagou ele, curioso.

_Sim meu jovem, estou me dirigindo a este agora mesmo! *Respondi com convicção.

_PERFEITO! Essa é a chance que eu esperava, pois aqui e agora eu lhe proponho uma batalha!

_O Que? Assim tão de repente? *Indaguei confuso.

_Sim! Sou um estudante do Líder de Aspértia e gostaria de testar minhas habilidades com um dos futuros desafiantes locais! O que acha?

_Creio que eu não tenho como recusar uma proposta tão entusiasmada de um garoto entusiasmado tanto quanto! Pois bem, então vamos a batalha! *Respondi, olhando para Minccino que então tomou a frente na posição de batalha.

[ Batalha ]

*O Garoto assim que recebeu minha confirmação da batalha, sacou aquela mesma pokebola que ajudei-o a recuperar, e a lançou sobre o campo. Minccino ficou apreensivo ao notar que da pokebola emergiu um pokémon, não somente evoluido, mas também, que aparentava ter vasta experiência de batalha.

_Vejam só, para a minha primeira batalha em equipe com Minccino, nosso adversário será nada mais nada menos que um Flareon! *Exclamei, curioso quanto a escolha do oponente.

_Exato! Acabo de receber instruções sobre meu estilo de batalha, e qual seria a melhor evolução do Eevee para escolher. No caso, eu e Flareon somos extremamente compatíveis, e vamos mostrar o poder da evolução pra vocês! *Disse o garoto.

*De certa forma pude notar que as palavras do garoto incomodaram Minccino a princípio, visto que ele sentiu-se desconfortável. Não pude entender ao certo o motivo disto, mas procurei tranquilizar meu parceiro, para conseguirmos atingir sincronia suficiente afim de enfrentar o adversário!

_Vamos Flareon, comece com Quick Attack! *Comandou o garoto, demonstrando um leve sorriso de canto.

_Sem dúvidas ele parece ter um plano. Pois bem Minccino, preste atenção no oponente, e prepare um Tickle!

*Ofertei meu comando a Minccino, para que ele escolhesse o melhor momento de usa-lo. De fato, o Flareon parecia ter grande sincronia com o treinador, visto que no mesmo instante, recebeu o comando e já usara o golpe que lhe foi ordenado, disparando com grande velocidade no seu Quick Attack! Era difícil de acompanhar sua movimentação, mas com muita atenção, ao menos vultos era possível ver!

Minccino estava muito apreensivo quanto a onde deveria atacar, mas logo tratou de ficar alerta, e ao primeiro som de aproximação do oponente, o felpudo então saltou curvando seu corpo alguns segundos antes de Flareon aparecer, investindo contra o nada! Por sorte Minccino escapou, e durante seu salto curvado, conseguiu cair sobre as costas de Flareon, o qual ele desferiu seu Tickle! Usando sua cauda, Minccino procurava fazer-lhe cócegas, até abaixar suas defesas, e outros status... senão fosse pela surpresa! Assim que o felpudo desferiu seu golpe, algo lhe causou fortes danos, e o derrubou no chão, rolando de dor!

_O que foi Minccino? Droga, sabia que tinha alguma carta na manga... *Resmunguei, ao notar que algo aconteceu fora do planejado.

_Sim, é como eu disse! Flareon e eu temos total sincronia pra suprir os desfalques um do outro! No erro do meu comando, Flareon tem a habilidade de inflar a temperatura de seu pelo a ponto de causar queimaduras nos oponentes, no caso é o que aconteceu com seu Minccino! *Explicou o garoto, convicto de que isso aconteceria uma hora ou outra.

_Vamos Minccino, você precisa levantar... *Supliquei, contudo não havia resposta do felpudo que esperniava de dor pelas queimaduras.

_Muito bem Flareon, acabe com isso usando Fire Spin!

*E pelo comando do garoto, seu Flareon inflou o pulmão como se carregasse algo de dentro dele! Sem via de dúvidas, seu ataque estava pronto, e como foi ordenado, abriu a boca disparando dela uma quantidade considerável de chamas escarlate, as quais cercaram Minccino numa espécie de armadilha, e inflaram, explodindo em chamas!

O Ataque foi suficiente para intensificar as queimaduras que o felpudo já tinha, e ainda causar mais danos pelo calor, e intensidade das chamas, que por mais alguns segundos permaneceram ali o queimando, até deixa-lo fora de combate! Flareon emergia em meio as chamas, caminhando para seu treinador, que sorria vendo os frutos de sua escolha...

_Está vendo? Eu fiz a escolha certa... e a vitória, foi consequência do que a Evolução pode fazer... Agora se me da licença, preciso voltar as aulas. Obrigado pela batalha. *Disse o garoto com todo cinismo do mundo como se nada tivesse acontecido, enquanto partia para sua escola.

_Minccino! Minccino, por favor, me escute! *Gritava, enquanto com Minccino nos braços, corria para o Centro Pokémon. Pude perceber que em seus olhos, ele não estava muito esperançoso depois da derrota.

[ Algum tempo depois, Centro Pokémon de Aspértia ]

_E então Enfermeira? Como ele está? Por Arceus, me traga uma boa notícia... *Murmurei, preocupado com o que teria acontecido.

_Tenha calma querido, seu Minccino está mais do que bem. Por sorte Audino tinha um bom extrato de berrys na dispensa, e usou dele para curar as queimaduras. Dentro de algum tempo ele já deve estar seguro.

_Ahhh, obrigado Enfermeira. Não tem nada mais tranquilizante que ouvir uma boa notícia vindo com toda sua simpatia... *Agradeci o mais profundamente possível, porque sem dúvidas, o jeito como a Enfermeira trazia suas notícias, era como um Anjo trazendo somente coisas boas.

_Então querido, aconselho você a descansar um pouco. Aproveite para passear na cidade... pode lhe ser de muito agrado. *Exclamou ela, tentando me ajudar.

_Olha, creio que eu vá aceitar. Vou ir a praça, que parece ser bem frequentada... então se me da licença.

*Dito isso, me retirei do Centro Pokémon. Estava preocupado, mas ficar ali de enfeite não iria ajudar, ainda mais, A enfermeira já disse que o Minccino ficaria bem. Só estava preocupado se a dor dele, era mesmo física....

[ Praça Pokémon, Aspértia ]

*Caminhei pela praça, sentindo aquela brisa confortável da tarde. Não era assim tão tarde, mas o clima estava tão pacífico, e crianças brincando junto a seus pokémons no local, que tudo parecia estar em sincronia. Alguns pokémons voadores sobrevoavam toda cidade, sem medo algum de se aproximar, devido a paz que reinava sobre tudo.

Enquanto andava, notei que algumas crianças em roda, cercadas por seus pokémons conversavam. O Assunto chave daquela roda de crianças, era a Evolução. Notei então que todas estavam cercadas de Eevee's, aquele famoso pokémon que pode evoluir para diversas foras diferentes. Isso me chamou atenção, por que todos pareciam falar empolgados sobre as evoluções que escolheriam, enquanto uma das crianças, não dizia uma palavra.

Fiquei intrigado com aquela visão, pois a criança não estava triste, muito menos seu pokémon. Pelo contrário, os dois pareciam os que mais estavam sincronizados naquela roda, enquanto sorriam e observavam os amigos, felizes com cada comentário. Não pude deixar de perceber, que sem dúvidas os dois estavam felizes como estavam, e não precisam pensar em evolução alguma, pois sem dúvidas lutariam o máximo pra provar que são fortes assim.

_Espera, é isso! Como não pude perceber isso antes? *Falei de repente, ao juntar as peças e entender do que se tratava.

*Saí em disparada na direção do Centro Pokémon, pois finalmente entendi o motivo pelo qual Minccino estava preocupado. Ele sentia-se forte por ter defendido sua árvore inúmeras vezes, mas perder pra um pokémon, só porque ele era evoluído, pode ter mexido com ele! Era isso, sem dúvidas era isso, até que no meio de minhas corridas, pude perceber de relance Minccino passar correndo no sentido inverso ao meu, pela esquerda, através de algumas árvores.

_Minccino? Minccino! Espera, eu preciso conversar com você! *Gritei, enquanto tornei a trocar de curso, e agora estava seguindo o felpudo.

*Corremos por algum tempo, pois mesmo depois de me ouvir, o felpudo continuava de olhar fixo somente para frente, como se pudesse correr, e quisesse fugir pra sempre. Eu não conseguiria nada se não o alcançasse... até que por sorte, chegamos num aglomerado de árvores que fizeram Minccino se perder, e acabar ficando parado pensando em qual caminho escolher...

_Minccino...ahhh... por favor, me escuta... *Disse, um pouco ofegante depois da corrida.

*Desta vez, o felpudo estava tão mexido psicologicamente, que o simples fato de ter de escolher entre 2 caminhos diferentes numa fuga, o deixou paralisado. Era minha chance de conversar com ele, foi então que caminhei, e o apanhei em meus braços...

_Chega. Você não precisa escolher... você não TEM que escolher. Se achar que está pronto pra evoluir, então o faça, eu não vou te forçar, nem pressionar a nada... *Disse, enquanto lhe apertava num abraço.

_Então por favor, não fuja. Eu gosto de você no meu time, mesmo tendo aparecido a pouco tempo, todos querem você conosco... sendo você Minccino, ou qualquer outra evolução, desde que seja sua escolha! *Completei.

*As lágrimas tomaram conta do olhar do pequeno, que então desabou chorando em meus braços. Parece que acertei desta vez, era isso o que o afligia. Ele tremia, e chorava como uma criança, o que me intrigou bastante, apesar de saber que no fundo ele estava somente desabafando todo peso que carregava sozinho, mas que agora ele não estava mais sozinho, e tinha a mim e todo o time para ajuda-lo, e trilhar essas escolhas ao seu lado.

Assim que o feito, caminhamos de volta a cidade, afim de ir pro Centro Pokémon buscar o restante dos pokémons do time, senão fosse pela surpresa que nos esperava novamente na praça. Naquele mesmo local que eu havia passado a pouco tempo, onde as crianças brincavam, agora estavam todas enfileiradas, ouvindo os ensinamentos de ninguém mais, ninguém menos que o garoto que nos derrotou anteriormente!

_O que acha Minccino? De enfrentarmos ele novamente, e mostrar a nossa força? Ou devo dizer, a sua escolha? *Indaguei ao felpudo, esperando por sua resposta, que foi dada por um aceno de cabeça positivo.

*Caminhei então até onde estava o garoto, que logo notou minha presença, e não deixou de usar aquilo a seu favor...

_Vejam só garotinhos, este é um amigo meu que encontrei esta tarde. Se quiserem, podemos fazer uma demonstração do quanto a Evolução pode ser superior, e uma das escolhas mais difíceis de suas vidas! O que acha meu caro?

_Por mim tudo bem! Minccino está muito feliz em poder batalhar novamente... *Disse, com um sorriso convicto, enquanto Minccino parecia fazer a mesma expressão.

_Então vamos, fiquem todos alerta, pois vou mostrar do que sou capaz! *Concluiu o garoto, trazendo sua pokebola do que parecia ser o Flareon, em mãos.

[ Batalha 2 ]

* Assim que o garoto lançou sua pokebola revelando o Flareon que tinha, uma das crianças que assistia a luta levantou toda empolgada. Gritava de emoção, dizendo que escolheria esta evolução para seu Eevee, e que sem dúvidas era a mais forte. Notei também que aquela criança, a mais quieta na roda, estava observando a batalha um pouco intrigada, e isso me motivou a batalhar com tudo que tinha, pois eu representaria a mesma coisa que aquela criança acreditava. Foi então que Minccino saltou de meus braços, e tomou partido em frente ao Flareon, pronto para batalhar!

_Então, vou lhe dar as honras de começar com Swift! *Comandei, esperando que Minccino me surpreendesse.

* O Felpudo estava batalhando com todo entusiasmo, e ao ouvir meu comando quase que imediatamente saltou, balançando sua cauda num movimento inclinado a frente, o qual disparou diversas estrelas muito rápidas na direção do Flareon!

_Vamos Flareon, Quick Attack e desvie, enquanto ganha aproximação! *Repeliu o treinador.

* Assim que o dito, Flareon ganhou uma velocidade incrível usando seu Quick Attack, e com ele correu, desviando em zig zag de cada estrela que era mandada em sua direção! Quase que num movimento pré meditado, o Flareon executava seu golpe sem qualquer falha, e quando enfim ganhou aproximação de Minccino, esperou pelo próximo comando, olhando a oponente fixamente.

_Agora Flareon, Bite! Sabia que a potência dos ataques dele aumentou bastante desde quando era um simples Eevee? *Disse o garoto, fazendo uma promoção do que havia mudado depois da evolução de seu pokémon.

* Como ordenado, o Flareon tratou de inclinar-se a frente, com impulso de seus pés, desferindo uma mordida no ar, pois Minccino desviou para a direita! Porém, o Flareon não ficou satisfeito, e continuou usando o Bite, desferindo diversas mordidas, as quais o felpudo adversário desviava com precisão! A velocidade de batalha de Minccino parecia ter aumentado, ou seria pelo fato de que na batalha anterior ele estava muito nervoso? Não importava mais...

_O que aconteceu com esse Minccino? Parece estar muito mais forte, bem treinado. Talvez esteja bem perto de evoluir, não é mesmo? *Indagou o garoto, como se soubesse de tudo.

_Na verdade, não treinamos sequer 1 minuto do dia. Essa força toda, ele já tinha antes, só estava com medo de usar. *Respondi, deixando o silêncio reinar no local enquanto o garoto ficava perplexo.

* Com minhas palavras, as crianças ficaram todas curiosas quanto ao que estava acontecendo, visto que mesmo depois de evoluir, o Flareon ainda tinha dificuldades em vencer um pokémon básico. Porém, o grande momento foi dado, assim que Minccino desferiu seu Tail Slap na face de Flareon, que foi atingido de surpresa, e no segundo tapão, voou cambaleando no chão!

* Este foi o momento, em que aquela criança, que não tinha muito interesse em discutir a evolução com os colegas, mas tinha muita afeição por seu Eevee, ficou animada, e parecia torcer para que Minccino tivesse a vitória. Sem dúvidas, Minccino estava com a convicção inabalável, e parecia enfim ter feito sua escolha.

_Sim Minccino, imagino que você já tenha feito sua escolha. E não tenha medo das consequências, por que você tem a nós para te sustentar, te empurrar quando precisar! Agora mostre pra ele do que você é capaz, com Echoed Voice! *Ordenei.

* Minhas palavras praticamente deixaram o outro garoto perplexo diante do que acontecia. Seus olhos presenciavam a cena em que os golpes e a convicção de um pokémon básico, estavam a humilhar todo aquele dogma de que seu Flareon, por ter evoluído, seria imbatível diante de qualquer pokémon básico. Não estaria ele se esquecendo de algo? Aquilo que pode trazer forças, coragem, e convicção para o pokémon, isso seria os Laços que construímos com eles, e que sem dúvidas tinham força de ampara-los.

* Minccino então ouviu meu comando, e com toda aquela convicção e bravura fechou as orelhas, inflando o pulmão, e disparando um grito de tamanha imensidão, que se prolongou, aumentando a potência do ataque usado! O que era para sair um simples Echoed Voice, acabou por evoluir a um Hyper Voice, criando diversas ondas sonoras que se prolongaram em um movimento retilíneo, acertando Flareon diversas vezes, e o deixando zonzo! Durante a gritaria, Minccino se aproximava do oponente, pronto para desferir seu golpe final, mas mantinha o tom do seu grito, para impedi-lo de fugir...

_Agora, Wake-Up-Slap! *Gritei, colocando a mão nos ouvidos, antes que o grito de Minccino pudesse também me afetar.

* Como ordenado, o felpudo cessou a gritaria, para realizar o golpe que lhe foi ordenado, e então, através do Wake-up-slap, desferiu uma cessão de bofetões na face de Flareon, o qual depois de ter sido atingido, foi lançado ao chão, fora de combate! Quase que instantaneamente, aquela mesma criança levantou gritando de alegria, não conseguia se segurar diante da vitória esplêndida que Minccino os proporcionou. Eu também estava muito feliz, que o pequeno felpudo superou uma de suas dificuldades, e nossa relação havia se intensificado... agora, eramos verdadeiros parceiros.

_Meus parabéns Minccino! Veja só que poder a sua escolha lhe trouxe? É isso crianças, que nosso amigo aqui quis dizer. As escolhas sim tem poder, mas não são somente vocês quem devem faze-la. Já se perguntaram o que seu pokémon quer escolher? *Indaguei, deixando todas as crianças perdidas, e preocupadas, visto que a maioria delas não havia pensado nisso.

_Não acredito... como eu pude... porque eu esqueci disso tudo? Flareon, você está bem? *Perguntava o garoto, totalmente desnorteado em perceber o erro que estava cometendo.

[ Fim da Batalha ]

_Prazer, sou Aaron. Aaron Faust! *Disse, enquanto finalmente me apresentei ao garoto.

_O prazer é meu, sou Benjamin. Mas pode chamar de Ben. Acho que lhe devo desculpas não é? *Murmurou ele, um tanto apreensivo, enquanto segurava seu Flareon.

_Desculpas? Claro que não. Veja só, graças a nosso encontro, pude fortalecer minha relação com o Minccino, e entender um pouco mais sobre ele. Na verdade, sou eu quem lhe deve um obrigado! *Respondi, com um sorriso um tanto simpático. Não devo mentir, que aprendi com a Enfermeira Joy, o quanto aquele sorriso podia ser valioso...

_Realmente, parece que hoje aprendi muita coisa que na escola pokémon, eu não fazia ideia. Mas e agora, você pretende ir desafiar o líder mesmo? *Indagou ele, curioso.

_Sim. Parece que mais do que nunca, estou convicto de que posso vencer. Sei que eles são muito experientes e tem pokémons bem treinados, mas se eu não tentar, nunca vou saber. Afinal, a escolha é minha não é? *Conclui, sorrindo.

*Parece que aquele encontro fez a diferença na vida do jovem Ben. Ele aprendeu algo, que não lhe fora ensinado na escola pokémon, mas que na prática fazia toda diferença. Talvez ele tivesse acabado de fazer uma nova escolha, mas não compartilhou conosco. Um dia eu o encontraria novamente, completamente renovado, e creio que isso seria uma surpresa. Contudo, por hora ele deveria se retirar, para renovar suas forças. Enquanto eu, tinha uma escolha muito importante a fazer... mas quem se importa, se tenho meus Pokémons ao meu lado? Com eles poderia enfrentar qualquer desafio...
avatar
Maria Vanúbia'

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 1574
Idade : 21
Data de inscrição : 09/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Zaine em 24th Abril 2013, 17:53

:kar@lho: mt bom seu treino cara... 5 estrelas @_@








avatar
Zaine

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 454
Idade : 19
Data de inscrição : 10/11/2012

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Maria Vanúbia' em 28th Abril 2013, 16:57

- Treinamento do Minccino e da Servine -

07 - Simplesmente Complicado



[ Aspértia Town ]

* Era uma tarde maravilhosa, em que o sol brilhava intensamente por toda Aspértia. Os pokémons voadores continuavam sobrevoando todo local, e a calmaria reinava sobre a cidade. Enquanto isso em minha mente, um turbilhão de emoções se formava, quando enquanto caminhava, parei diante da entrada do que seria uma espécie de edifício. "Ginásio de Aspértia" dizia uma placa na porta do local.

_Pois bem, não tenho porque hesitar. Estou mais do que pronto para o meu primeiro desafio... *Disse enquanto entrava com o pé direito nas instalações.

[ Ginásio de Aspértia ]

* Entrando naquilo que aparentava ser o Ginásio, olhei aos arredores e notei que tudo se parecia muito com uma espécie de Colégio. Treinadores para todos os lados, cada um treinando algo diferente, como se estivessem em aulas, outros estudando, sinceramente havia muita informação naquele local.

_Não sei dizer se estou numa feira de estudante, ou no Ginásio local... *Murmurei, enquanto olhava para os lados a procura de qualquer informação.

* Caminhava desnorteado pelo lugar, que antes parecia somente um edifício comum, quando na verdade tinha toda essa complicação dentro de si. Pude perceber um rosto familiar numa das rodas de treinadores dali, este era Benjamin, o garoto que eu havia acabado de enfrentar lá fora. Sorri ao ver ao menos um rosto conhecido, e neste breve momento de alívio, esbarrei sem querer em alguém que estava parado no centro daquele enorme Salão.

_Oh céus! Não acredito que isso aconteceu de novo, peço perdão pelo meu incômodo! *Exclamei, tentando impedir que houvesse mais problemas...

_Perdão você diz? Se estivesse lá fora, e encontrasse um treinador, acha que ele te daria perdão assim? *Indagou o homem, que aparentemente se levantava, revelando um semblante de alguém sério, e bem trajado.

_Creio que não, mas se há a chance de evitar uma batalha desnecessária é nela que prefiro acreditar. *Respondi, com toda minha convicção.

* Minha resposta imediatada, incrivelmente, chamou atenção de todos que estavam ao redor. Muitos olhavam pra mim, como se eu "não soubesse o que estava fazendo", e alguns até assustados ficaram. Notei que o olhar do homem em que esbarrei havia mudado, e este agora parecia um tanto arrogante, e me matava com o olhar.

_Hahahahahaha! Se você está tão confiante, por que não me prova isso garoto? *Indagou ele novamente, mantendo aquela prepotência insuportável.

_Olha, eu não estou aqui para arranjar problemas, pelo contrário, venho resolver um, o de vencer o Líder de Ginásio! Então poder- *E antes mesmo que eu pudesse terminar...

_Então o que está esperando garoto? Está falando com ele, sou Cheren, Líder de Aspértia!

_M-Ma-Mas O que?!?! *Fiquei surpreso com a revelação do homem, que ajeitava seus óculos enquanto falava.

_Vejam só, o garoto confiante não sabia sequer que eu sou o Líder de Aspértia, e ainda se acha no direito de me importunar. O que está fazendo aqui? Se não sabe nem o básico, não tem o direito de vir aqui me importunar! *Retrucou ele, com toda sua arrogância, que convenhamos era exuberante.

_De fato não sou de aceitar provocações, contudo já cheguei no meu limite! Se você tem essa prepotência pra falar, então vamos ver o que pode fazer na batalha! *Respondi sem pensar, rendendo surpresa de todos os alunos que cercavam o local

* Minha fala desencadeou imediatamente uma movimentação de multidões, que cercaram todo o local como se estivessem se transformando em platéia. O Silêncio reinou no local, enquanto um dos garotos aspirante a Juiz Pokémon tomou a frente no circulo em que estávamos, e imediatamente levantou uma bandeira, dando abertura ao que seria uma batalha.

_Esteja preparado garoto, porque você mexeu com alguém que não devia! *Disse Cheren, com uma voz séria.

_Céus... tudo tem que ser tão complicado assim? *Indaguei, pela situação indiscreta que me meti.

[ Batalha de Ginásio ]

* Assim que o Juiz levantou a bandeira, dando partida para que começássemos a luta, Cheren imediatamente sacou uma das pokebolas que guardava no seu bolso direito, e a lançou no campo, preparando seu pokémon para batalha. Pude perceber em seu olhar fixo, que ele faria de tudo a seu alcance em vista de me derrotar, mas aquele breve momento me fez lembrar de que era este meu propósito, enfrentar os desafios que Unova tinha a me proporcionar. Não era hora de temer, muito menos hesitar... e então saquei a pokebola de Minccino, que me representaria na escolha que acabei de fazer, Vencer a qualquer custo!

_Pois bem Minccino, creio que você já tenha acompanhado tudo que conversamos, e saiba que estamos numa luta de Ginásio! Então vamos mostrar o nosso melhor! *Disse, encorajando o felpudo, que me retribuiu com um sorriso.

_Não fique tão confiante garoto! Lillipup, comecemos com seu Roar! *Comandou o Líder, ajeitando seus óculos com um olhar profundo.

* Imediatamente algo me acertou na memória. Talvez pelo fato de que já ouvi algo sobre tal ataque. Não me recordava de onde, mas alguém já havia comentado sobre as estratégias do Líder, que poderiam causar problemas, e isso me trouxe imediatamente a estratégia que eu já havia preparado contra isto!

_Minccino, você precisa contra-atacar usando seu Sing! Cante o mais alto que puder! *Clamei, na esperança de que funcionasse.

* De fato, os comandos dos treinadores atingiram seus pokémons quase que simultaneamente. Lillipup tomou partido iniciando a luta com seu Roar, o qual a partir dele o cão latiu ferozmente, ecoando pelo campo a força de seu rugido! Minccino logo notou do que se tratava o comando dado por seu treinador, e apesar de não ter muita fé que ele funcionaria, o felpudo cantou o mais alto que pode com Sing!

A doce melodia criada pelo felpudo, embalou todas as ondas sonoras do campo, tentando apaziguar os ânimos, e transformar o que fora um rugido de batalha, numa simples melodia. Apesar do esforço de Minccino, os latidos de Lillipup eram muito altos e ferozes, o que estava a fazer que Minccino perdesse força nas notas sonoras!

_Não vamos deixar que isso acabe assim! Fortaleça as notas sonoras com Echoed Voice! *Exclamei, tomando a frente da luta.

* Minccino escutou tal comando, e agora tinha fé de que funcionaria. Ativou imediatamente seu Echoed Voice, que tratou de fortalecer sua garganta, e as notas sonoras que sua canção melódica soltavam! A sincronia dos dois aumentou, trazendo uma força muito melhor aos acordes que Minccino conseguia alcançar, finalmente superando as ondas sonoras do Roar oponente, e o embalando em seu Sing!

_Creio que você não contava com isso não é? É questão de tempo para seu Lillipup adormecer! *Provoquei, convicto de que a estratégia funcionaria.

_Porque tem tanta certeza? Seria uma pena se... Lillipup não dormisse não é? *Provocou ele com um sorriso sarcástico.

* De fato foi o que aconteceu. Apesar da melodia de Minccino embalar todo campo, a platéia inteira se surpreendeu com Lillipup, que mesmo diante de toda aquela calmaria, e sonolência, conseguia se mover livremente, até muito hiperativo pro que devia. Isso se devia ao fato de sua habilidade Vital Spirit estar ativada, o impedindo de cair em estado de sonolência!

_Não pode ser, ele também conhece esta habilidade! Com isso teremos problemas... *Murmurei, infeliz com a falha de minha técnica.

_Isso mesmo! Hahahahaha, me pergunto onde está sua confiança agora garoto? Lillipup, vamos acabar com isso, usando seu Take Down! *Comandou o Líder.

_Minha confiança... *Sussurrei* está bem aqui. Minccino, Doubleslap! *Gritei, aumentando o tom de voz repentinamente.

* Os alunos se surpreenderam com minha escolha, de enfrentar o ataque de Lillipup de frente! Daria certo? Quem sabe. Imediatamente Lillipup tomou impulso com suas patas, e então lançou a frente, correndo numa velocidade incrível! O Cãozinho logo tratou de abaixar a cabeça enquanto corria, preparando seu Take Down que seria certeiro, senão fosse pela ordem dada a Minccino, que espreitou os olhos, esperando o momento certo de atacar.

Era como se o felpudo tivesse uma experiência de batalha vasta, soube exatamente o momento certo de atacar, para revidar com tudo que tinha! Então, assim que o cão se aproximou de Minccino, o felpudo tratou de agarra-lo pelo pescoço com a mão direita, enquanto se inclinava para direita, desviando do impacto, e segurando o golpe de Lillipup, que girou em torno do corpo de Minccino! Essa era chance que o felpudo precisava! Usando do peso de seu corpo, Minccino conseguiu manter-se equilibrado, e assim que o corpo de Lillipup parou, o felpudo inclinou sua mão esquerda, desferindo o Doubleslap sobre ele! Algo chamou atenção da platéia, pois o golpe que era tão incerto, conseguiu acertar o número máximo de golpes que se podia usar! Pela habilidade de Minccino, o número de bofetes máximo foi usado contra Lillipup, que com sua cara avermelhada foi lançado longe, fora de combate!

_Lillipup está fora de combate! Parece que a vitória é de Minccino! *Alegou o Juiz, levantando sua bandeira para o meu lado, que seria vitorioso.

_Não acredito, o maldito venceu? Mas isso é impossível! Retorne Lillipup! *Retrucava o Líder, enquanto a platéia permanecia perplexa com a vitória.

_Nós vencemos Minccino, vencemos! Meus parabéns meu caro, creio que sua escolha tem lhe feito muito mais forte não é? *Indaguei, enquanto o Minccino olhou para mim ainda sorrindo, concordando com o que disse.

_Não se preocupe garoto, a batalha ainda está longe de terminar! Vou te ensinar que se deve respeito aos mais velhos... venha Patrat! *Exclamou ele, lançando a outra pokebola que guardava em seu bolso esquerdo, aparentando ser seu último pokémon.

_Minccino, entendo que você tenha feito um ótimo trabalho, mas agora, eu tenho um outro pokémon que gostaria de usar contra ele! Se não se importa... *Disse, enquanto retornava Minccino para pokebola.

[ Batalha Final no Ginásio ]

* O juiz aguardava pela escolha de meu próximo pokémon, enquanto do outro lado aguardava Cheren ao lado de seu Patrat, último pokémon escolhido para representa-lo neste desafio. De fato seria uma batalha difícil, e justamente por isso que resolvi chama-la, para mostrar do que somos capazes, Servine foi a escolhida!

_Um pokémon do tipo grama? Você continua tão confiante assim? *Indagou ele, com um sorriso sarcástico, como se tivesse numa carta na manga.

_Claro que estou! Se eu não tivesse confiança em mim mesmo, quem teria? Além do mais, sei que a Servine está esperando por essa batalha a muito tempo, assim como eu!

_Pois bem, comecem a luta! *Gritou o Líder,levantando a bandeira, e dando partida para que a luta começasse.

_Servine, esteja preparada para mostrar do que somos capazes! Comece usando Vine Whip! *Comandei.

_Patrat, Detect! *Retrucou o Líder, com desprezo quanto a minha ação.

* O Jeito como Cheren comandou seu pokémon, de fato demonstrou que ele não tinha qualquer preocupação com meu golpe, como se não fosse atingi-lo de jeito algum! Servine ficou um tanto interessada no modo como seu adversário lutava, mas manteve a compostura, e calma como sempre saltou, lançando seus chicotes na direção do oponente! Este era seu Vine Whip, que estava se mostrando forte como sempre, indo na direção de Patrat, afim de prende-lo!

Contudo, Patrat imediatamente usou seu Detect, e com ele, previu o momento em que os chicotes o atingiriam, desviando destes com total precisão! Era incrível como o pequeno esquivava-se de cada investida dada pelos chicotes, até mesmo algumas numa velocidade incrível! A medida que ele esquivava, se aproximava de Servine, até que finalmente adquiriu proximidade suficiente...

_Agora Patrat, Low Kick, e acabe com ela! *Comandou o Líder.

_Ainda não! Servine, Wrap, e o lance para cima!

* A batalha estava ganhando um clima tenso, visto que a proximidade entre os dois, apelou sem dúvidas para um combate corpo a corpo! Patrat mostrava suas eximias habilidades no combate corpo a corpo, usando o Low Kick, com o qual ele desferiu uma rasteira certeira, visando acertar Servine!

Senão fosse pela manobra extremamente habilidosa da cobra, um golpe certeiro teria lhe atingido deixando-a fora de combate! Todavia, o Wrap de Servine fora usado no momento oportuno, dando-lhe a chance de envolver-se através dos pés de Patrat, até prender-lhe no corpo, e espremendo-o, interceptou seu ataque enquanto o lançava no ar!

_Não vamos jogar a toalha garoto! Patrat, mostre o seu Hyper Fang!

_Servine, não treinamos duro para perdemos aqui! Então vamos minha cara, usar da força que é resultado de toda nossa jornada, vença essa batalha! *Exclamei, trazendo epserança a minha parceira, que também mantinha uma convicção inabalável para com sua vitória.


* O Calor da batalha se intensificava, visto que mesmo depois de tantas investidas, Patrat se mostrava capaz de continuar a luta, e ainda no ar, o pequeno se recompôs rapidamente mostrando seus Dentes, que tomaram proporções enormes e afiadas, visando acertar Servine! A cobra não tinha por onde escapar, visto que fora surpreendida com a velocidade do ataque de Patrat, a qual o pequeno fortaleceu com a queda, sem dar chance de Servine escapar... seria o fim?

Não! Diante de todos, a surpresa foi mostrada! As habilidades de batalha de Servine foram levadas atona, quando bem diante de seus olhos, Patrat fora imobilizado, com seus afiados dentes a milimetros de distância da face de Servine. Os braços, pernas, e tronco do pequeno foram segurados fortemente pelos chicotes de Vine Whip usados pela Servine, e que agora mostravam sua potência, imobilizando o Patrat frente a frente com ela! Mas uma jogada de sorte, que trouxe mais um breve momento de sobrevivência para esta...

_Maldito! Por que você não perde? Confiança não é suficiente para levar a vitória! E neste caso, você não vai vencer! Patrat, Hypnosis! *Resmungava Cheren, já suando pelos problemas que a batalha estavam lhe causando.

_Não é questão disso. Eu já lhe disse meu caro, não treinamos duro para sermos derrotados por alguém tão prepotente assim! É simplesmente complicado demais pra você entender... *Expliquei, confiante de que Servine agora tinha a batalha em suas mãos..

* De fato, Servine estava comandando a luta. Agora frente a frente,Patrat usou de seus artifícios oculares, afim de hipnotizar a serpente de grama com seu Hypnosis, senão fosse pelo Safeguard imediatamente usado por Servine, que quebrou os efeitos da Hipnose, a imunizando! Patrat agora se via numa situação difícil e sem saída...

_Acabou Cheren! É simples de entender, complicado de explicar... mas uma coisa eu devo lhe dizer. Não foi sua falta de habilidade que o derrotou, mas sim sua prepotência! Servine, Leaf Storm!

* Com meu último comando, Servine espreitou o olhar, agora mostrando estar pronta para colocar toda força que tinha naquele ataque. Com seus chicotes, a Serpente de grama lançou Patrat a girar no ar, dando-lhe a chance de acerta-lo num golpe certeiro! Servine então balançou sua cauda, e quase que num movimento simultâneo, um turbilhão de grama se erguia circundando sua cauda, e ganhando potência a medida que esta girava. O Caminho pra o golpe final foi aberto, e logo o turbilhão de Leaf Storm fora lançado contra Patrat, o cercando, e retalhando inúmeras vezes com a força de cada folha!

Como se não bastasse, as folhas foram retalhando-o enquanto se comprimiam, diminuindo o espaçamento entre elas, e consequentemente, retalhando tudo ao mesmo tempo! O Corpo de Patrat foi inteiramente retalhado, quando por fim, as folhas todas se explodiram no centro, lançando Patrat ao chão, fora de combate!

_Patrat encontra-se fora das condições para batalhar! O Vencedor é Servine! Aaron, o desafiante, acaba de vencer a batalha pela insígnia do local! *Anunciou o Juiz, dando fim a luta.

[ Fim da Batalha de Ginásio ]

_Não pode ser... eu perdi? Patrat seu insolente, como ousa me fazer passar vergonha diante de toda escola? *Resmungou o Líder, enquanto repreendia seu Patrat.

_Nós vencemos Servine, vencemos! Nossa primeira insígnia, está vendo? Mal posso acreditar... *Comemorava, enquanto abraça Servine pelo seu esforço.

* De fato a batalha estava acabada. Depois de muito esforço, fui recompensado com a insígnia local, e com o respeito do Líder, que enfim reconheceu minha força, me parabenizando pelo esforço.

_É garoto, não esperava que você fosse vencer. Na verdade, eu tinha muitas esperanças na sua força desde que o vi entrar, e me enfrentar daquele jeito... você merece meus parabéns! Ou devo dizer... mais que isso... *Murmurou ele ao fim...

_Mais que isso? O que quer dizer? *Indaguei curioso.

_Como você disse, é simples de entender, complicado de explicar. Eu digo, que o Ginásio de Aspértia ficaria feliz em recebe-lo como Líder assim que puder! O que acha?

* O Pedido de Cheren trouxe novamente espanto a todos os alunos. Muitos gostavam de Cheren, e estavam até acostumados com seu jeito de ensino. E isso me trouxe certa insegurança, visto que eu não saberia administrar tudo isso...

_Você só pode estar brincando! Eu, como líder? Mas mas... como vou ensinar toda essa gente sobre as táticas de batalha? *Disse, num tom apreensivo.

_Não se preocupe com isso. Eu lhe convidei para ser Líder do Ginásio, mas a escola de ensino pode deixar comigo. Além do mais, creio que você esteja em Jornada, então ficaria complicado pra você passar o tempo todo aqui. É algo como, eu ser o seu substituto, e você o Líder Chefe. O que me diz?

_Nem sei o que dizer. Um "sim" está bom pra você? Hahahaha! *Gargalhei, feliz com a proposta.

* Quem diria, depois de tanto esforço, e de tudo que passei, fui convidado a me tornar Líder daquele Lugar. Não sabia mais se queria seguir jornada, ou ficar ali, ensinando a todos que me desafiassem novas táticas de batalha. Contudo, algo falou mais alto... o desejo de conhecer toda Unova, de percorrer todos os lugares, e aprender muito sobre eles. Nada podia substituir aquilo. Eu deveria continuar seguindo em frente...

Aceitei a proposta, e me comprometi a aparecer, sempre que um desafio me fosse proposto, ou de vez em quando. Daria um jeito de aparecer, e comprovar minha competência. Muitos alunos da academia me aprovaram, e alguns até incentivaram, Benjamin foi um destes. Todavia, não podia ficar por ali mais tempo, deveria seguir, pois outros ginásios ainda aguardavam por meu desafio.

_Minha carreira em Unova está ganhando novas proporções. Mas ainda não é suficiente... o título de Campeão ainda está distante... *Disse, enquanto me preparava para sair da cidade, rumando ao próximo desafio.

[ Perto dali... ]

_Então o fedelho sobreviveu? Eu tenho certeza de ter lhe dado ordens para executa-lo Petrel! O que acha que está fazendo? Eu lhe pago pra isso! *Gritava um homem, trajando roupas negras, e muito chamativas.

_O QUE? M-MA-MAS Ch-chefinho, tenho certeza de que joguei o garoto no mar! É impossível! *Resmungava outro homem, este o qual aparentava ser um Rocket.

_Não é o que parece... *Respondeu o outro, enquanto em uma tela enorme da sala escura em que estavam a imagem de Aaron Faust aparecia, ao lado do Líder Cheren, e alguns alunos da academia de Aspértia.
avatar
Maria Vanúbia'

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 1574
Idade : 21
Data de inscrição : 09/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Alan David' em 28th Abril 2013, 17:10

Valido!

10 Estrelas (5 Estrelas)





avatar
Alan David'
Treinador Pokémon
Treinador Pokémon

Poke Regras :
Número de Mensagens : 2604
Idade : 18
Localização : Terra
Humor : Depende da pessoa
Data de inscrição : 30/08/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Maria Vanúbia' em 30th Abril 2013, 20:05

- Treinamento do Herdier -

09 - A fumaça



[ Route 19 ]

* Uma grande despedida. Sabia que no futuro encontraria Benjamin novamente, e de certa forma isso me alegrava, ver que um jovem que encontrei em minha jornada, havia se tornado parte dela, e agora até tinha minha amizade. Isso me motivou a seguir em frente, acompanhado de Herdier.

_Veja Herdier, estamos nos aproximando da cidade mais próxima. De qualquer forma, ainda temos de atravessar esta rota... *Expliquei-o.

* Apesar do que lhe foi dito, Herdier parecia feliz de estar caminhando comigo. Minha promessa seria cumprida, e agora eu estaria ao seu lado sempre que ele precisasse. Caminhando então naquela tarde, pude perceber que o sol já estava se pondo. A princípio, tal imagem era muito bela, visto que o pôr do sol é sempre magnífico. A brisa do vento pareceu estar mais leve por aquele breve momento em que paramos somente para observar o sol...

_Não é lindo? *Indaguei ao felpudo, ainda perplexo com a visão.

* Porém, antes que Herdier pudesse responder com qualquer movimento ou ação, minha Pokegear tratou de bipar, chamando nossa atenção, e me acordando para realidade. Puxei o aparato tecnológico com minha mão direita, e tratei de atender tal ligação que estava a receber. Cheren? A esta hora... o que poderia ser?

_Pode falar Cheren, estou ouvindo. *Disse, esperando por resposta.

_Aa- .... *chiados de fundo, e barulhos do que parecia ser batalhas* AARON! E-eu... *chiados*... malditos! *Cheren tentava falar algo, porém não conseguia visto que a chamada estava cortando, e os barulhos de fundo o impediam.

_Céus! Não me deixe nesse estado Cheren, o que está acontecendo? *Disse, já apreensivo com tudo isso.

_Acho... que já posso falar! Aaron, se você for emboscado por qualquer tipo de fumaça, tenha cuidado! Desde que você partiu, uma fumaça estranha tem aparecido nas cidades de Unova, e sempre que isso acontece, algum pokémon some! *Gritou Cheren, tentando explicar do que se tratava.

_O que? Eles somem na fumaça? Precisamos alertar as Policiais Jenny e todas as cidades obre isso! *Respondi sabiamente.

_Não é necessário, todos já foram alertados. Exceto as cidades mais primitivas, que não conseguimos obter contato! De qualquer forma... fique preparado, se eu descobrir alguma coisa lhe aviso! Até logo... *Concluiu Cheren, num tom sério, porém de encorajamento.

* A chamada foi então desligada. A princípio estava apreensivo, mas feliz por estar recebendo tal notícia. Isso significa que eu estava realmente envolvido nem que indiretamente com os acontecimentos da região. Carregando o posto de Líder de Ginásio, certamente que eu seria alvo de um deles, e isso me deixou encabulado.

_De qualquer forma, está anoitecendo Herdier, melhor apressarmos o passo até a cidade mais próxima o quanto antes! *Alertei, enquanto acariciava o pelo de meu companheiro felpudo.

* Herdier animou-se com a confiança que depositei nele neste momento, e tratou de farejar um caminho mais próximo, até o que parecia ser uma cidade. Não demorou muito até encontrarmos tal local, e como Cheren disse, bota primitivo nisso...

[ Longe dali, na sala de um Edifício ]

_E então Petrel? Conseguiu novas cargas? *Indagou aquele mesmo ser, que trajava roupas muito chamativas, contudo negras e até assustadoras.

* Neste momento, na sala escura em que estavam, iluminada somente pelos grandes telões ao centro, um outro homem apareceu, este com as trajes intituladas dos Rockets, e ajoelhando-se diante do que parecia ser seu chefe, respondeu...

_Sim Chefe. Contudo, ainda não encontramos o primeiro Líder! A invasão não obteve sucesso, pois o aparente Líder não estava presente, e isso nos rendeu algumas especulações, visto que as outras cidades já estão em alerta! *Respondeu o homem, intitulado Petrel.

_Pois bem... parece que as coisas vão ficar divertidas. Não se preocupe com os policiais, tendo seus pokémons por perto, vocês não terão problemas. Agora vá, pois seu primeiro alvo lhe espera.... *Concluiu o tal homem, agora dito ser o chefe.

_Tudo bem Chefinho, e obrigado pela chance! *Finalizou o outro, que logo saiu da sala.

* Neste momento, era possível perceber um carregamento chegando dentro do tal Edifício. O Caminhão não era nada suspeito, pelo contrário, com selos de qualidade e aprovados pelas companhias de transporte de Unova. O que chamava atenção mesmo, era seu carregamento... pois assim que abriram as portas para descarregar no depósito da firma... lá estavam diversas gaiolas elétricas, com pokémons dentro, todos desmaiados...

_Parece que nossa demanda está aumentando não é mesmo? Hahahahahahahaha! *Gargalhou o chefe, ao observar tudo aquilo de sua sala.

[ Tempos depois, Floccesy Town ]

* Com ajuda de Herdier, pude finalmente chegar na cidade mais próxima. Uma placa na entrada dizia que esta era Floccesy Town. E ao entrar, logo tratei de confirmar a informação de Cheren, pois tal cidade era um pouco primitiva, sem mesmo a presença de um Centro Pokémon.

_Céus... onde é que vamos ficar? *Murmurei, com a mão direita a cabeça, sem rumo.

* Parece que minhas preces foram ouvidas. Assim que clamei por ajuda, alguém apareceu mediante a escuridão da cidade. Herdier preparou-se, grunhindo enquanto a tal sombra da pessoa se aproximava, como se estivesse pronto para atacar.

Porém, assim que a tal pessoa se aproximou, consegui o segurar a tempo ao perceber que não era ninguém menos que um Cidadão local. Uma mulher pra ser mais exato, pela aparência parecia ser adulta, lembrava um pouco minha mãe. A moça de cabelos castanhos e longos, de feição meiga e sorridente, estava curiosa quanto ao que faziamos ali, e então resolveu nos oferecer ajuda...

_Desculpe... eu estava chegando em casa quando percebi vocês aqui, meio perdidos. Precisam de ajuda queridos? *Indagou ela, com uma voz angelical.

_Puxa, desta vez vou aceitar. Passávamos pela cidade, procurando um Centro Pokémon, mas notamos que não há um por aqui... então fiquei um tanto perdido. *Expliquei, um pouco sem graça com o convite da moça.

_É, nossa cidade ainda é um pouco antiga. Bem, vamos para minha casa, tenho 1 quarto sobrando, acho que é o suficiente né? No caminho você me conta mais sobre sua viagem... *Explicou a moça.

* O Jeito receptivo da mulher chamou atenção. Todos os cidadãos dali seriam assim? Ela estaria mesmo agindo naturalmente? Creio que passar pelo que passei estava alterando meu pensamento, e agora estava desconfiando até mesmo de uma simples mulher de um vilarejo. Tratei de deixar de lado tais pensamentos, e a segui, enquanto comentava um pouco sobre meus pokémons.

Chegamos em sua casa enquanto conversávamos, e de fato a casa era bem acolhedora. Apesar de ter a estrutura em madeira, era rústica e bem aconchegante. Haviam algumas lamparinas, e para nossa sorte, iluminação de um companheiro bem interessante, um pokémon!

_Ah, que bobeira a minha, esqueci de apresenta-los. Essa é minha Flaaffynha! Sim, eu não sou nativa daqui, sou de Johto pra falar a verdade, mas estava muito animada para viver numa cidade pacata, então acabei me mudando.

*A explicação da moça esclareceu tudo como o Flash que Flaaffy usava. Ouvi dizer quando saí em jornada, que os aldeões de Johto são extremamente receptivos e educados. Aquilo tirou toda preocupação que eu tinha a respeito da mulher...

_Ela parece muito feliz com você. Veja Herdier, não somos os únicos melhores parceiros! Hahahahaha *Disse sorrindo, seguido de um suspiro de alívio por não desconfiar mais da moça.

* Enfim, prosseguimos conversando por mais um tempo. A moça se apresentou como Rose, e pelo seu jeito de falar, pude notar que ela não era uma pessoa de muitas aventuras. Gostava de uma vida pacata, e calma em cidades como essa. Sua Flaaffy, ao contrário dela, apresentava uma desenvoltura bem desenvolvida, o que chamou atenção. Ela já foi uma treinadora? Era o que pensava, diante do quanto sua pokémon chamava atenção.

A noite prosseguiu, e quando me dei conta, já estava a contar cada detalhe de minha jornada com empolgação. Creio que, pela moça não sair muito, cada conto era uma nova experiência, então não escondi nada, nem mesmo meu "sequestro" em Accumula. Más lembranças... afinal, quem gostaria de lembrar que fora sequestrado e jogado ao mar? Ninguém...

_Nossa, vocês parecem tão unidos e felizes que ninguém imagina coisas assim de vocês... *Especulou ela, surpresa.

_É verdade. Mas veja, todos esses acontecimentos tem nos unido cada vez mais. Quando me dei conta, já estava me sentindo o melhor amigo de Herdier, não é companheiro? *Indaguei, enquanto recebi uma resposta imediata do felpudo, que latiu animado.

* Depois de muita conversa, nos alimentamos da farta mesa que Rose havia preparado. Apesar de camponesa, suas habilidades na prática de alimentos eram exuberantes. A comida estava maravilhosa, e quem diria que ela podia fazer tanta coisa somente de berrys, e algumas carnes artificiais? Era surpreendente.

Todavia, assim que acabamos já era tarde, hora de descansar. Rose muito hospitaleira, nos guiou até nosso quarto, onde eu e Herdier entramos para descansar. Ela nos desejou boa noite, seguindo para o outro quarto, no mesmo corredor. Enfim sós...

_Herdier... e então, o que acha dela? Suspeita? *Indaguei ao cão, assim que trancamos a porta, e as janelas.

* O Cão encarou-me entendendo do que se tratava a conversa, e logo prosseguiu com um latido, e um balançado de cabeça em sinal negativo. Contudo, algo intrigava o cão, e eu pude perceber. Ele farejava algo que o estava incomodando, mas não conseguia distinguir o que. Enquanto isso, eu retirava o excesso de roupas, deixando-as ao pé da cama do local.

Quando deite-me na cama, pensei em fazer como de habitual, em deixar meus pokémons soltos, mais algo em minha mente estava me preocupando tanto que até esqueci deste detalhe, deixando somente Herdier no local. Apesar de estar deitado, pude perceber que o cão estava muito inquieto, e não parava de andar de um lado para o outro...

_Céus! Não aguento ver essa inquietude. Diga Herdier, o que foi? *Indaguei, enquanto me levantava bruscamente.

* Quem dera houvesse tempo para o cão responder-me. Imediatamente fomos surpreendidos por uma explosão no corredor da casa que tratou de arrancar a porta do quarto, e um pedaço da parede. Levantei-me da cama num salto, enquanto Herdier por instinto tomou a primeira ação preventiva, lançando uma Shadow Ball na janela, que se explodiu.

Parecia um tipo de pressentimento do felpudo, pois em instantes uma fumaça densa começou a entrar no local. Inundou todo o quarto com aquela fumaceira, senão fosse pela janela aberta que deixava um pouco da fumaça vazar. Pude sentir um vento, vindo da janela, e isso foi meu ponto foco para escapar daquele suposto atentado...

_ Herdier, não vamos esperar nem mais um minuto! Corra para janela! *Gritei, enquanto imediatamente saltava, caindo no lado de fora da janela.

* Por sorte, Herdier havia percebido a entrada do vento, e seguiu o mesmo caminho, conseguindo escapar. Estávamos ambos lá fora agora, enquanto a fumaça toda vazava pela janela. Levantei-me, ajeitando-me, enquanto Herdier ainda rosnava em direção a janela, de fato tinha motivo, visto que a sombra de um pokémon emergiu, este sendo alguém conhecido...

_Um Weezing? Não acredito... só pode ser ele... *Murmurei, lembrando-me de quando enfrentei um Rocket que também usava um Weezing como parceiro.

* Dito e feito, da fumaça emergiu o tal Rocket, enquanto seu Weezing flutuava ao seu lado na altura do ombro do homem. Trajando suas roupas intituladas da Equipe Rocket, o homem gargalhou profundamente, como se a fumaça não o afetasse.

_Espere... como pode conseguir rir no meio de tanta fumaça? Já era pra estar sufocado... *Exclamei, olhando fixamente para o ponto de onde ele emergia.

_Hahahahahaha! Olha só garoto, eu já fumo a muito tempo, então um pouco de fumaça a mais não vai fazer diferença! Agora vamos deixar de conversa, pois o ponto aqui não sou eu... *Disse o Rocket.

* Tal afirmação do homem me intrigou muito. Apesar do momento em que estávamos, e do Rocket estar bem diante de mim, ele não se movia, muito menos seu Weezing. Enquanto a fumaça vazava, finalmente era possível ver o que havia dentro da casa. Espera...onde estava Rose? Olhando aos arredores, nada encontrava. A cidade parecia estar inteiramente vazia... o que aconteceu?

_Ahahahahahahaha! Tolinho... sabia que você ia cair na imagem da "mocinha boazinha"... são tão fáceis de enganar... Ahahahahaha! *Gargalhava uma voz, que aparentava vir do telhado da casa.

_O que? Do que está falando? O que fez com a Ro- .... *Disse, até que as palavras engasgaram em minha garganta ao ver quem era a dona de tal voz.

* Ninguém mais que Rose! Sim, a moça agora revelava sua verdadeira aparência, não tinha cabelos castanhos, e sim loiro escuros. Sua feição era muito mais focada, e sarcástica, e suas vestes, um tanto eróticas. Pulando do telhado numa acrobacia, a mulher desceu bem ao lado do Rocket, que numa troca de olhares, parecia ter dito algo como: "É com você...".

_Então são vocês! Vocês que andam roubando pokémons... porque? Não é suficiente captura-los normalmente? *Indaguei, revoltado.

_Claro que não fedelho, ve se cala essa boca. Capturar pokémons, e ser mestre pokémon, ah não enche! Isso é papo de criança, nós somos mais espertos! Vamos roubar todos os pokémons, por que temos planos pra eles! Afinal, você não precisa saber... *Resmungou Rose.

_É isso mesmo que ouviu maldito. Ninguém mandou se tornar Líder de Ginásio... agora, você é um alvo! Hahahahahaha! Acabe com ele Rose... *Disse o homem, enquanto desaparecia na fumaça produzida por seu Weezing, gargalhando...

_Deixa comigo Petrel. Agora, vai dizer que não percebeu nada? Achou mesmo que eu fosse tão boazinha? Aahahahahaha! Que patético... *Respondeu Rose, gargalhando loucamente.

_Na verdade, eu desconfiei desde o momento que te vi. Só que por bondade minha, deixei isso de lado, pra aceitar sua hospitalidade. Contudo, creio que agora é hora de retribuir o favor... então se prepare Herdier! *Exclamei, num tom sério, preparando-me para batalha.

_Manda ver bonitinho, quero ver do que você é capaz! *Concluiu Rose, sacando uma pokebola, e lançando em campo enquanto fazia um movimento um tanto sensual durante o lançamento.

[ Batalha... ]

* A batalha estava para começar. O palco era a cidade que aparentava estar vazia. De fato, o homem intitulado Petrel deve ter dado um jeito de adormecer os aldeões. Agora frente a frente com Rose, a pokebola da mulher, revelou seu pokémon o qual este era uma Flaaffy. Flaaffy? Sim, ela mesmo. Aquela mesma que foi vista na casa de Rose mais cedo.

_Então eu estava certo, a desenvoltura dessa Flaaffy era de um pokémon bem treinado... *Disse, observando o pokémon oponente.

_E o que isso importa? Cala essa boca e começa a lutar! Flaaffy, Electro Ball! *Comandou Rose.

_Sou mesmo um tolo em acreditar que você era tão boa quanto aquela mulher... *Resmunguei reprovando as atitudes de Rose.

* O Primeiro comando havia sido dado. A Flaaffy da mulher se movia com uma habilidade incrível, como se já tivesse muita experiência naquilo. Cheguei a temer se venceria aquela luta, mas agora não era hora de ter medo.

A Flaaffy então corria acerca do local em que estávamos, fazendo uma breve curva, enquanto cortava o caminho pelo meio, girando sua cauda e mandando uma espécie de esfera eletrizada no movimento! Era esse seu Electro Ball, que vinha com toda força! Herdier percebeu que seria acertado e como evasiva tratou de usar o Shadow Ball, criando 3 esferas de energia densa as quais foram lançadas na direção do ataque elétrico do adversário. Infelizmente, o poder da única esfera que colidiu com o Electro Ball não fora suficiente para segura-lo, e o golpe elétrico avassalou o ataque de Herdier, enquanto logo em seguida o atingia, eletrocutando-o!

_Ahahahaha! Que patético... e de pensar que eu ainda elogiei vocês! Da vontade de vomitar só de lembrar! *Disse Rose, gargalhando.

_Maldita! Ora Herdier, nós já passamos por desafios piores, então levante e mostre a força do seu Thunderbolt! *Ordenei.

* No mesmo instante em que comandei, Rose parecia sorrir, como se já tivesse dado seu comando a tempos, ainda que Flaaffy estivesse somente parada analisando meu pokémon. Herdier logo ouviu a ordem, e levantou um pouco ferido pelo golpe recebido anteriormente, todavia ainda tinha forças para lutar, e tratou de usar da eletricidade estática em seus pelos, para expelir o Thunderbolt!

Carregado pela eletricidade que ondulava em seu corpo, o golpe elétrico de Herdier saiu com grande potência e em linha reta, pronto para atingir Flaaffy! Fiquei apreensivo quanto a precisão do ataque, comparada a agilidade e habilidade da oponente, mas desta vez, ela estava parada pretendendo enfrentar o golpe de frente! Eis que então surge a surpresa, quando Flaaffy imediatamente usou o Charge! Foi incrível a força com que a adversária conseguiu converter toda eletricidade recebida no ataque de Herdier, para si, absorvendo o poder de cada onda elétrica que permaneceu em seu corpo!

_Não acredito, ela absorveu nosso ataque? Mas.. isso é impossível! *Exclamei, perplexo.

_Impossível nada, se toca garoto! Você acha que só porque virou líder de ginásio, virou o mais forte! É mesmo patético, acabe com ele Flaaffy! *Resmungou a mulher.

* Pelo jeito com que Rose disse aquilo, foi possível perceber um certo ressentimento de algo que deve ter lhe acontecido, para que ela tivesse esse pensamento em relação aos líderes de ginásio. Ela já foi uma treinadora? Estaria somente revoltada? Não importa, pois o comando já foi dado, e agora, Herdier se via frente a frente com Flaaffy e todo seu poder pronto para o ataque!

Mais uma vez, a felpuda rosada tratou de correr com tamanha agilidade, e se aproximar do Cão. Herdier acompanhava seus movimentos com precisão, pois sabia que ao fim, ela atacaria novamente com tudo que tinha. Dito e feito, pois no momento em que Flaaffy chegou mais perto, saltou, movimentando sua cauda em giratória, mandando aquela energia eletrizante em forma de esfera mais uma vez!

_Não desta vez! Herdier, me escute, use o Shadow Ball, mas concentre tudo numa única esfera! *Ordenei, confiante.

* De fato, minha estratégia era destruir aquela esfera. Percebi que a energia que Flaaffy havia absorvida não tinha sido descarregada totalmente neste ataque, e que provavelmente seria somente uma distração, mas já tinha algo planejado contra isso! Assim que o Electro Ball de Flaaffy foi lançado, Herdier ouviu meu comando e imediatamente concentrou toda energia densa em sua boca, construindo a tal Shadow Ball única, que carregou a força das 3 que antes ele usara. Tudo concentrado num único lançamento, trouxe resultados inovadores, quando as duas esferas colidiram, e explodiram numa onda de luminosidade roxeada! E agora... a surpresa...

_Flaaffy, agora use o Flash, e ilumine tudo! Ahahahaha! *Gargalhou Rose, insana.

_Como eu suspeitava! Herdier, feche os olhos, e rastreie ela pelo cheiro! *Revidei.

* Como eu imaginava, a estratégia dela seria baseada na habilidade que Flaaffy despercebidamente deixou passar quando nos encontramos pela primeira vez. E usando do Flash, a felpuda rosada provocou um IMENSO flash de luz, a partir daquela onda luminosa roxeada, que se expandiu por toda cidade, transformando-a por uma noite num Farol e Luz roxo!

Isso não era tudo, pois parece que Flaaffy e Rose tinham tal estratégia preparada, sabendo que com a luminosidade, o oponente não poderia vê-la, mas ela poderia atacar livremente! Não demorou para que a felpuda rosada mostrasse sua técnica, correndo livremente em meio a luz, com seu olhar preparado, e agilidade absoluta! Era como se ela já soubesse exatamente o que fazer, tendo sido treinada para tal. Não pude observar mais nada, fechando meus olhos diante da luz, mas Herdier já tinha ouvido o comando, e fechando os olhos também, usou de sua habilidade no faro, afim de rastrear a oponente!

Seu faro era apurado, e tinha experiência nisso tanto quanto Flaaffy tinha para se mover e atacar em meio a luz! Quem venceria? Habilidade seria mesmo o tal triunfo? Nem sempre... o sincronismo de Rose e Flaaffy era bom pelo fato de terem técnicas treinadas, mas a mulher não acreditava totalmente na sua parceira tanto quanto eu em Herdier. Meu comando havia sido preciso, mas no fundo tinha lá seu voto de confiança para com o cão, que teria de fazer tudo por conta própria. Sabendo disso Herdier não hesitou, e naquele breve momento, imediatamente localizou Flaaffy a sua frente, saltando, e respondendo com um latido para me avisar!

_O Que? Como ele conseguiu localizar a Flaaffy, isso é impossível! *Gritou Rose ao perceber o que acontecia...

_Não é impossível minha cara, até porque nossa sincronia, é muito maior do que pensa! Agora acabe com isso Herdier, Giga Impact!

* A técnica foi descoberta, e a farsa cortada! Era como se em meio aquela cortina de luz, tudo fosse revelado diante do faro de Herdier, que atropelou toda a situação! Flaaffy ainda assim não desistiu, agora indo por conta própria, e usando do seu Electro Ball disparando toda eletricidade que havia carregado naquela esfera que se tornou 5 vezes maior que a comum! De fato, se Herdier não soubesse onde ela estava, teria sido acertado e levado a fora e combate, mas não foi bem assim!

Sabendo da localização do oponente, o cão tornou minhas palavras a sua força, e o Giga Impact a sua arma! Saltou, envolucro naquela energia impactante, que chegava a estremecer os arredores! Usando seu ataque, Herdier atravessou a esfera do Electro Ball lançada por Flaaffy, num golpe giratório, o qual perfurou toda eletricidade, e pelo impacto do ataque, a dispersou sem atingir o cão! Agora, a sentença de Flaaffy foi dada, quando esta fora atingida pelo Giga Impact em cheio, tendo a pedra de sua cauda quebrada, e o flash cancelado!

_E que fechem as cortinas! *Comentei, enquanto a claridade inteira acabava, revelando a vitória de Herdier.

_Filho de uma .... ! * Gritou Rose, enquanto perplexa com a derrota, correu para segurar sua Flaaffy.

_Espere, não posso deixa-la partir antes de perguntar... qual é o seu verdadeiro nome? *Indaguei.

_Você tem coragem manolo. Mas sabe, isso eu posso te responder, pra que você grave o nome de quem um dia vai te matar... Eu sou Elisa! Não esqueça... bonitinho! *Gritou ela, enquanto colocando sua Flaaffy na pokebola, escapou com movimentos extremamente ágeis!

[ Fim da Batalha ... ]

* Batalha acabada, finalmente estava seguro! Herdier suspirou junto a mim depois de passar por todo aquele susto. Não demorou muito para que os moradores da vila acordassem com tamanho barulho, e luminosidade la fora, vindo até o local para se informar.

Como Líder de Ginásio me apresentei a todos, e expliquei-lhes a situação. Todos ficaram aliviados por não terem passado por nada grave, e não terem sofrido nenhum atentado. Ainda assim, em minha memória ficaria gravado... o que aquele homem, Petrel, quis dizer com aquilo? "Virar Líder de Ginásio, me tornaria um alvo..." ? E porque eles estão fazendo isso?

_Escute Herdier... você deve ter percebido que agora estamos em constante perigo! Mas saiba que eu não vou abandonar minhas responsabilidades! Então, esteja comigo, nós vamos fazer o possível para ajudar Unova, e eu digo isso tanto como Líder de Ginásio, quanto seu treinador! *Exclamei, agora convicto de um novo objetivo.

* Herdier consentiu com minha afirmação latindo, e mantendo um olhar confiante. Um novo objetivo havia sido traçado, e nossa sincronia estava cada vez maior. Onde estaria Elisa, qual seu paradeiro...seus objetivos? E acima de tudo... que mistérios estão acerca dessa tática da Fumaça para roubar pokémons? Havia muito ainda a ser descoberto...

[ Enquanto isso, longe dali... ]

_Maldito! Palerma! Estúpido! Quando eu dou uma ordem, espero que no mínimo seja cumprida! A ordem foi para acabar com ele, e o que vocês fizeram? Um Alarde, tremenda bagunça em Floccesy! O que acha que vou ter que fazer pra abaixar a poeira? *Gritava aquele mesmo homem misterioso de trajes chamativos e negros.

_D-De-Desculpa Chefinho...mas desta vez não foi culpa minha! Eu cumpri com meus deveres, e trouxe um novo carregamento de pokémons diretamente de Floccesy! Agora a culpada foi a Elisa! *Respondia Petrel.

_E onde está essa energúmena? *Resmungou o Chefe.

_Eu não sei. Ela desapareceu desde que o fedelho a derrotou!

_Pois trate de acha-la! Não podemos deixar vazar provas muito menos testemunhas! Se preciso...acabe com ela! *Concluiu o Chefe, dando ordens a Petrel.

_Sim senhor, com sua licença.

*Dito isso, Petrel saiu da sala, deixando somente seu Chefe em frente aos telões. As imagens? Nada mais nada menos do que os Ginásios de Virbank, Castellia, e Nimbasa! O que este homem poderia estar planejando...





Lispector, Vanúbia.
avatar
Maria Vanúbia'

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 1574
Idade : 21
Data de inscrição : 09/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Convidado em 30th Abril 2013, 20:25

Válido, 5 Estrelas, bom treino pena não pudê-lo degustar e saboreá-lo totalmente.
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Maria Vanúbia' em 13th Maio 2013, 20:44

- Treinamento do Patrat -

11 - Garota Veneno



[ Virbank City ]

* A noite. Embalsada por aquele sublime e calmo luar, que brilhava intensamente independente de todos os acontecimentos mundanos. Era como se lá estivesse ela somente para curar nossas preocupações tão mínimas diante de seu esplendor e brilho. Espantado, caminhava ao lado de meu mais novo parceiro Patrat, que assim como eu, olhava a lua deslumbrado.

_Ela também te faz pensar o quanto tudo é pequeno perto dela? *Indaguei, enquanto caminhava já despreocupado.

* O Dentuço afirmou com a cabeça um pouco tenso. No fundo parecia estar ficando feliz em caminhar comigo. Ter um treinador não era pra qualquer um. Eis que então a conversa ficou de lado quando demos de cara com a placa que dava boas vindas a Virbank. Minha preocupação voltou imediatamente quando senti um cheiro peculiar... Fumaça? Mal tive tempo de pensar... disparei em uma corrida um tanto aflita no meio da cidade.

Para minha surpresa, a cidade era centro de diversos holofotes. Mais parecia um antro da perdição, com diversas gangues, lugares não muito higienizados, enfim, um lugar do qual não era muito o meu gosto.

_Creio que fumaça seja o último dos nossos problemas por aqui... *Murmurei aliviado, enquanto Patrat enfim me alcançava depois da corrida repentina, e agora ofegava.

_Ahahahaha! Já vi que tu é estrangeiro né muleke? Se liga, não pode ficar parado não mano. Se não leva o bote! *Gritou alguém.

* De fato estava tão atordoado com a situação, que nem sequer prestei atenção em quem havia me chamado. Simplesmente respirei fundo, e trazendo Patrat em meus braços, caminhei por aquela rua central na procura de um Centro Pokémon, ou qualquer estabilidade para a noite. Maldita hora que decidi viajar a noite.... nunca tinha muita sorte.

A caminhada durou muito tempo, pois a cada beco que passava uma nova surpresa. Por vezes pokémons, outras treinadores, que de fato não estavam fazendo nada de bom.

_Céus! Estou vendo que a hoje vai ser longa... *Suspirei.

* Patrat consentiu balançando a cabeça, e continuou a me seguir. Ao menos naquela noite abençoada, tinha a companhia da lua para me agradar. Não que eu tivesse algo contra aqueles treinadores com gostos peculiares, só que se eu não gosto, devo apenas respeitar, a minha maneira claro.

Não queria me envolver com estes, para no fim acabar magoando alguém, ou pior, arranjando problemas. Então simplesmente andei por todos os lados. Enfim uma surpresa boa. A placa que iluminou minha noite tanto quanto a lua que sempre me acompanhara..." Ginásio de Virbank - Mantenha distância". O Alerta sequer me trouxe algum efeito. Minha mente somente pensava...um desafio!

_Veja meu pequeno! Nosso desafio nos espera! *Anunciei, enquanto com a alegria renovada, entrei no que parecia o local.

[ Virbank Gym ]

* De fato o ginásio parecia fazer jus ao alerta na entrada, e a toda "cultura" daquela cidade. De toda forma, era como eu disse, devo ao menos respeitar. Tudo por aquela insígnia, e acima de tudo, para saber como está o líder daquele lugar. Apertei o passo por aquele longo corredor escuro, até que o barulho que ecoava no seu fim foi ficando maior, e me trazendo mais ânsia de descobrir donde viera. Corri, corri, até que enfim as cortinas se abriram, e eis que lá estava meu resultado...

_Aqui está você, Líder de Virbank! Espero que esteja pronto meu car- *Dizia, até finalmente entender onde estava.

* O lugar na verdade era uma espécie de palco, onde uma espécie de banda se apresentava, por sinal para uma grande platéia. Todos olharam assustados a minha pessoa, e alguns furiosos, principalmente os integrantes da banda que me fuzilaram com os olhos. Seria morto ali mesmo, se uma das integrantes da banda não fosse aquela mesma Enfermeira Joy que conheci a tempos atrás... Amante dos Seriados.

_O que faz aqui garoto? Não acredito...veio até aqui pra discutir novela comigo? Que babado! *Gargalhou ela.

_Na verdade... deixa pra lá..eu só..er... Você é baterista? Desde quando? Ahhh, me desculpe. Vou para a platéia... *Murmurei, ainda perplexo... era muita informação.

* Voltei a platéia. Mesmo sem gostar muito do tipo de musica que eles tocavam, minha mente estava totalmente perdida. O Líder de Ginásio era uma garota guitarrista? Ela estava bem? Fazendo um Show? E acima de tudo... a Enfermeira Joy era Baterista? Muita informação... sem dúvidas.

O Show durou por volta de mais algumas horas. O que eram algumas horas perto do que eu já tinha passado. Então somente esperei. De certa forma, até aproveitei um pouco do show, visto que o Patrat estava totalmente animado com as musicas, e dançava alegremente. Tudo estava indo bem, e todos curtindo a tal apresentação que ali acontecia senão fosse pela fumaça densa e tóxica que começou a se espalhar pelo chão do Lugar. Fui o primeiro a reparar, pois já havia participado fluentemente dos acontecimentos anteriores onde essa mesma fumaça sempre aparecia...

_Droga! São eles...a fumaça Patrat, precisamos sair daqui! *Foi o que deu tempo de dizer.

* Foi questão de minutos para que quase toda platéia caísse em sono profundo. Até mesmo os integrantes da banda adormeceram, e a Líder de Ginásio estava entre elas. Por sorte, Patrat havia analisado o lugar, e imediatamente encontrou uma janela por milagre de Arceus, a qual nos proporcionou um pouco de ar Puro. O tempo já havia passado, e com uma mão no Nariz, acompanhei o pequeno dentuço que correu até o centro do Palco, como se notasse que algo estava ali.

Sem dúvidas, no centro do palco estava ela, com seus cabelos vermelho escarlate, sua roupa escandalosa, e olhar penetrante.... Athena! Desta vez, não estava acompanhada de um simples pokémon roubado como anteriormente, e sim com seus pokémons de origem, e quando aquela visão me veio, não pude deixar de tremer na base literalmente.

_Athena! O que veio fazer aqui sua mulher deplorável? Tem tantas outras cidades pra você sabatinar.. porque está me seguindo? *Indaguei, ainda tossindo um pouco pela fumaça.

_Ahahahahaha! Deixa de ser trouxa garoto! Eu só estou fazendo meu trabalho, e infelizmente você está no meu caminho, então acho que chegou a hora de te dar um trato! O que acha, Arbok? *Ironizou ela, enquanto acariciava uma imensa Cobra arroxeada que a cercava. Era esta sua Arbok...

_Não acredito, é ela mesmo. Vamos Patrat, é melhor você recuar e deixar está para outro pok- *Contudo, antes que pudesse terminar a frase pude notar a empolgação do Dentuço, que chegava a balançar freneticamente como uma criança a espera de seu brinquedo.

* A Arbok aceitou o convite da treinadora, e então rastejou desaparecendo na fumaça. Athena gargalhava feito uma insana sentada no palco, enquanto seus pokémons ajudantes revistavam os bolsos de cada um naquele lugar, pegando o máximo de pokebolas que encontravam. Aquilo não duraria muito, pois agora tive certeza de que eu e Patrat daremos nosso melhor para derrota-la, e enfim liberar a todos! Patrat então se posicionou mais a frente, espreitando os olhos como se visse tudo...

_Esteja pronto Patrat, você será meus olhos, e eu sua força! *Conclui sorrindo, agora pronto pra luta.

[ Batalha ]

* A fumaça do local estava densa, porém não tinha mais os efeitos soníferos. Talvez fosse somente artificial, mas para Arbok que era acostumada em lutar na surdina, era o ambiente perfeito para dar seus botes. Por sorte, Patrat conseguia enxergar tudo perfeitamente com sua habilidade Keen Eye que se mantinha ativado o tempo todo, garantindo-lhe uma perfeita visão de todo local!

_Então me ouça Patrat, ao primeiro sinal, de ataque dela, use do seu Detect! *Ordenei, precavido.

* Meu comando foi dado, e pelo silencio que reinava no local, foi o único a ser ouvido. Athena tinha essa maldita habilidade, treinara tão bem seus pokémons para tantos tipos de situação, que ela sequer precisava dar algum comando, eles sabiam se virar sem ela. Era como se fossem um time somente nas aparências, mas trabalhassem somente por diversão. O Dentuço então ficou na espreita, até que enfim percebeu a aproximação da cobra, que fora surpreendida pela habilidade de Patrat, o qual conseguiu detectar, e bloquear o movimento da serpente, saltando num rodopio, e escapando!

A cobra parecia ter se lançado em alta velocidade na direção dele, com suas mandíbulas a frente, sem dúvidas estava a usar do seu Bite, mas foi falho! Patrat agora repousava sobre o chão, e viraria para desferir um ataque, senão fosse surpreendido pela rapidez da cobra que imediatamente esticou sua cauda, circundando o corpo do dentuço, e o prendendo com uma força anormal!

_Ahahahahaha! Mas é muito inocente mesmo! Se liga garoto, você não é nada perto dos meus verdadeiros pokémons... *Gargalhou ela, enquanto contava pokebola por pokebola que havia roubado.

_Vou lhe mostrar o que eu tenho de diferente daquela criança de anos atrás! Patrat me escute, use imediatamente seu Super Fang nela, e liberte-se! *Revidei, com um olhar confiante.

* Minha estratégia era simples, contudo, funcionaria de fato, pois Athena era mestre em superestimar seus oponentes, não se preocupando ao mínimo com o que lhe aconteceria. A arbok forçava seu ataque sobre o Patrat o que parecia ser um Wrap com toda sua força! Ainda assim, o dentuço escutou meu comando, e ao olhar em meus olhos vendo tamanha convicção, encheu-se de coragem para expor seus dentes poderosos, e num brilho incomum sobre ele, desferiu seu Super Fang que numa única dentada, acertou em cheio o corpo da Arbok, arrancando-lhe metade da energia atual que ela estava!

Este fora o efeito especial da dentada, que era usada num lugar específico, visando retirar metade da energia total do seu oponente num único golpe, e havia funcionado! A dor foi tão grande para a cobra, que imediatamente ela acabou por largar o Dentuço, e cair no chão contorcendo-se!

_Ahhh.. ninguém merece! Arbok, vê se da um jeito nisso logo, usando seu Poison Tail! *Retrucou Athena.

_Patrat, desvie! Use sua habilidade se necessário, e analise cada movimento! *Contra-ataquei sorrindo.

* Sim, para chegar ao caso de Athena dar uma ordem direta como essa, significa que ela estava perdendo a paciência, e que de fato fria alguma coisa errada. Logo, a pressão da treinadora sobre a Arbok fez com que essa agisse por conta própria, com algo que não estava em seu treinamento para tal situação. A cobra então ergueu sua cauda, e num ataque desesperado, desferiu um corte na horizontal com o que aparentava ser o seu Poison Tail!

Todavia, Patrat imediatamente ativou o uso em conjunto de sua habilidade Analityc, e com ela espreitou bem os olhos para cada ponto e sinal notório na movimentação de Arbok! Saltou num mortal para traz, pairando sobre o ataque da oponente, e desviando a tempo! Durante o processo, seu trabalho de análise estava completo, e agora a única coisa que aguardava pela cobra era sem dúvidas a derrota! Ela novamente entrou em pânico, e já ignorando a treinadora agora usou um combo dado por golpes tanto de sua Poison Tail quanto de sua Poison Fang!

_Patrat me escute, use o Detect para bloque-a-los, até achar a brecha para atacar! *Mantive minha calma, pois sabia que o resultado de meus treinos estava ali bem diante de meus olhos.

* O Patrat estava melhorando muito. Diante dos diversos golpes que a Arbok desferia me sequência alternando entre sua cauda e bocada, avançando sem fim como se o Patrat fosse somente um pedaço de comida. Ainda assim o dentuço permanecia firme e forte com seu Detect bloqueando e escapando como se fosse uma brincadeira de criança! A esperança brotou em meus olhos, e eu finalmente me vi na situação em que poderia acabar com aquilo...

_Agora Patrat, acabe com isso usando seu Hypnosis!

* Minha jogada havia sido perfeita. Não somente por mim, mas sim pelo desempenho do Dentuço, que assim que cansou Arbok para com sua performance, agora deu um giro final no ar, lançando-lhe um olhar certeiro que a hipnotizou imediatamente! Foi o olhar da morte, pois seguido deste, meus combos de ataques seriam precisos para derrota-la, senão fosse pela pokebola que invadiu a fumaça, recolhendo a Arbok para dentro de si, e finalizando a luta.

_Mas o que? COm que direito se vê de interromper minha batalha, mulher deplorável? *Retruquei um pouco revoltado.

[ Fim da Batalha...]


_Você já foi longe demais garoto! E eu já terminei o meu trabalho... mas fique sabendo. Um dia vamos estar cara a cara, e eu não vou ter piedade... *Ela disse, enquanto caminhava em meio a fumaça na direção do Patrat.

_O que você está- *Mal pude acabar de falar, quando me deparei com aquilo.

* Sim, ela queria demonstrar que havia uma grande diferença entre o verdadeiro poder dela, e o ego. Assim que ela entrou naquela batalha de verdade, sua Vileplume precisou somente de um golpe para acertar o Patrat, que desmaiou imediatamente envenenado profundamente! Pude ver minhas esperanças de vitória jogadas no chão, junto aos passos lentos e debochados de Athena, que se retirou do local, me deixando lá despedaçado... e de joelhos...

_Nã-... Não acredito... *Murmurei, indo ao chão.

[ Algum tempo depois...Centro Pokémon ]

_Caaaaarrraaaa! Que coisa louca mano! Muita doidera naquele show! Só lembro de tar lá, toda louca no palco, depois eu te vi, depois eu gritei, e acho que dormi...sei lá! *Dizia a Enfermeira Joy, enquanto me ajudava a cuidar de meus pokémons.

* Não conseguia falar. Não estava frustrado nem nada, só um pouco triste. O que o Patrat pensaria agora? Ele viu todas as suas esperanças de batalha, junto as minhas serem jogadas no lixo por uma mulher desprezível como aquela. Afinal, porque ela me odeia tanto? Nunca fiz nada pra ela...ou será que... não! Isso era impossível...

_Ei, to falando com você cara! Se liga na tv, vai começar nossa série preferida! As puladas de Cerca do Snorlax! Fiquei sabendo que agora ele vai pegar a Piritank da Esquina. Eu sabia que ele era chegado naquela teta.... *Ironizou a Enfermeira.

* Não havia como segurar. Ela sempre me retirava uma risada, das coisas mais insanas que dizia. Aquilo levou minha tristeza embora, enquanto eu acompanhava a mulher vendo seu seriado. Por mais que fosse errado estar ali, esquecendo de tudo, talvez fosse bom por agora...esfriar a cabeça, para enfim criar coragem de seguir em frente. Não é uma simples Athena que vai me impedir de seguir jornada...afinal o que seria de mim senão conseguisse vencê-la? Talvez ele nem ligue mais pra isso... Enfim, a noite era longa, melhor descansar...

_Não antes de eu terminar. Quero ver a Piritank rebolando até o chão. Gente, não me conformo...imagina uma dessas no Centro Pokémon? SUUUUCESSSOOO! *Gritava a Enfermeira, toda empolgada, e me tirando mais alguns risos.
avatar
Maria Vanúbia'

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 1574
Idade : 21
Data de inscrição : 09/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por _Eddy_ em 13th Maio 2013, 20:54

Valido

muito bom, enfermeita joy baterista muito divo!
avatar
_Eddy_
Treinador Pokémon
Treinador Pokémon

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 4881
Data de inscrição : 30/08/2012

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Maria Vanúbia' em 24th Maio 2013, 19:29

- Treinamento do Minccino -

15 - Estratégia e Trabalho em Equipe



[ Castellia City ]

* Mal havia chegado em Castellia e fortes emoções me recepcionaram naquela maravilhosa cidade, a qual apelidei de "Paris", devido a semelhança com a famosa cidade luz. Cheguei em Castellia por volta da noite, e me deparei com uma imensa quantidade de luzes que na cidade estavam acesas por todos os cantos, prédios comerciais, praças, Centro Pokémon e tudo mais que se podia imaginar!

Depois do encontro que tive com Elisa, segui direto para o primeiro Centro Pokémon que encontrei por lá. Para minha alegria, a Enfermeira Joy do local era excepcionalmente simpática e receptiva, me acolhendo com grande satisfação em suas instalações. Foi lá que passei a noite, havia tratado de muita coisa num dia só, precisava daquele descanso, assim como meus pokémons... Serperior em especial. A noite foi de fato muito boa, um descanso era tudo que precisávamos, e sem dúvidas valeu a pena, pois ao amanhecer, tudo parecia estar menos complicado que antes...

_Vejam só, não parece que todos nossos problemas desapareceram? Olhem pra esse sol? *Disse, enquanto me levantava, e abria a janela do que parecia ser meu quarto no Centro Pokémon.

* Meus pokémons acordaram, em especial Minccino que parecia estar muito animado com aquele brilho do sol intenso que entrou pela janela. Foi suficiente para desperta-lo, sua vontade de viver estava exuberante naquele momento, enquanto os outros.... despertavam lentamente. Arrumei minhas coisas, e por fim era chegada a hora de fazer o que me era destinado...

_Ginásio de Castellia! Este é o nosso destino por hoje...então façamos o nosso melhor! *Conclui, ganhando apoio de todos meus pokémons que pareciam muito animados com meu encorajamento.

[ Centro da Cidade de Castellia... ]

_Droga! A princípio parecia que seria bem mais fácil de caminhar por aqui no período da manhã...mas parece que essa cidade nunca para! *Resmunguei, quando me deparei com o mesmo e exuberante número de pessoas que na cidade passavam.

* Parecia algum tipo de evento ou convenção...não se sabe o que, mas todas as pessoas se sentiam motivadas a passar por lá, e nada as fariam ir embora. Apesar de descontente, tive de caminhar pelo local... pedindo informações em pontos importantes...para pessoas conhecidas, em geral, consegui encontrar o Ginásio.

Sua portaria não era lá como eu esperava. Vazia. Onde estariam os desafiantes? Me pergunto se a notícia sobre os roubos pokémons, e caça aos líderes de ginásio tem algo haver com isso...Foi quando a surpresa. Grande barulho vinha de dentro do Ginásio. Corri para a porta, e me deparei com uma placa, que dizia algo como: " Estamos fechados até segunda ordem. A situação está fora de controle, peço que compreendam até que a região de Unova volte a se estabelecer. " Sem dúvidas, era por este motivo. O barulho lá dentro? Quase havia me esquecido!

_Preciso dar um jeito nisso. É capaz que o líder esteja precisando de mim... *Foi o que disse, quando pedi a Minccino que derrubasse a porta.

* Apesar do tamanho, o pequeno tinha uma força em especial. Minccino entendeu o meu pedido, e sabia exatamente o que fazer, quando ergueu sua cauda metalizada, e num salto a frente, desferiu o Iron Tail sobre a porta! O Vidro inteiro dela se estilhaçou... e para nossa surpresa, Fumaça! Eram eles! Algo precisava ser feito imediatamente...foi quando sem pensar, corri adentrando na fumaça ao lado de Minccino, seguindo para o mais fundo possível no Ginásio....

[ Interior do Ginásio de Castellia.. ]

* Meus pensamentos estavam todos bagunçados. A fumaça já tinha dominado toda a entrada, nada podia ser visto, até que notei uma espécie de brilho incomum mais ao fundo. O que seria aquilo? Simplesmente continuei correndo até aquele brilho... e ao fim, a luz no fim do túnel era bem mais do que aparentava. Onde estava a fumaça...e toda destruição? Pelo contrário...uma enorme e extensa estufa estava ali, banhada por raios de sol, com grande abertura no teto, por onde obviamente toda fumaça escapou.

Perplexo, procurei observar pelo campo visando entender do que se tratava o ocorrido. Foi então que encontrei bem próximo de onde eu estava, dois pokémons a se enfrentar. Todavia, os treinadores.... era ele! O Líder de Ginásio na extremidade esquerda do campo...enquanto na direita... Petrel!

_Eu sabia! Então vocês estão mesmo atrás dos líderes de ginásio... mas não vou permitir que faça tudo como bem entende Petrel! *Gritei, revelando minha presença.

_Cuidado garoto! *Gritou o líder, enquanto num movimento sútil porém ágil, conseguiu me salvar do que parecia ser um golpe de Weezing, o pokémon usado por Petrel.

* Fechei os olhos por um instante enquanto ouvia o alerta do Líder, e quando finalmente notei que nada tinha acontecido, fiquei um tanto curioso. Abri os olhos então, e percebi que estava sendo levado por uma espécie de pokémon inseto...seria este o famoso Leavanny? Ele havia me salvado com sua String Shot, e agora eu estava ao lado do Líder e seu pokémon.

_Então você é o mais novo líder de Aspértia? Prazer... sou o líder de Castellia, Yuki! *Cumprimentou-me ele.

_Yuki? Eu sou Aaron... mas é melhor deixarmos as apresentações pra depois...parece que você está com problemas... *Mencionei, enquanto olhava para o campo de batalha, e percebia que Petrel estaria usando 2 pokémons contra Yuki.

_Tens razão.. deixei meus outros pokémons no Centro Pokémon, e estava aqui somente com Leavanny, aparando as plantas quando fui surpreendido por este mal feitor! *Respondeu Yuki, com um olhar de desprezo para com seu oponente.

_Hahahahaha! Então chegou mais um para a festa? Melhor pra mim...mato dois coelhos numa cajadada só! *Alegou Petrel, emergindo da fumaça seguido de 2 Weezing's!

_Você é um ser desprezível sabia? Pois saiba que agora vamos dar um fim em você! *Retruquei, trazendo a certeza de eu lutaria ao lado do Líder.

_Então você pretende lutar ao meu lado? Perfeito...tudo que eu precisava... *Mencionou Yuki, um tanto ansioso quanto ao que poderia fazer agora na batalha.

[ Batalha ]

* Yuki mostrava uma face curiosa e ao mesmo tempo insana em vista do que pensava fazer com o oponente. Petrel somente sorria, esperando que seus Weezing's dessem um trato em nossos pokémons. Foi então que Minccino imediatamente se posicionou ao lado de Leavanny, e ambos numa troca de olhares concordaram que o trabalho em equipe seria de grande ajuda para com as estratégias de Leavanny!

_Pois bem, ouça-me Aaron. Percebi que estes Weezing's estão mantendo distância desde o começo da luta, talvez por não ter uma boa estrutura para combate corpo a corpo... *Disse Yuki.

_E você sozinho com a Leavanny, não deve ter conseguido se aproximar, eu imagino... *Conclui.

_Sim, mas agora é diferente, acha que consegue derrota-los se conseguir se aproximar? *Indagou ele.

* De fato era estranho ouvir aquilo, pois sua palavra tinha tanta convicção, que de fato me fez acreditar que ele conseguiria me dar aquela chance, sem qualquer porcentagem de erro. Enquanto isso em campo, o 1º Weezing tratou de balançar usando seu Sludge Bomb na direção de Minccino, o qual saltou para a esquerda, e seguido de uma cambalhota, escapou. Leavanny logo percebeu que aquela era sua chance,e num movimento rápido passou por traz de Minccino, enquanto corria pelo lado esquerdo, chamando atenção do 2º Weezing...

_Espera...eu ainda não sei quando vai ser a minha hora! *Murmurei, sem entender como funcionaria nossa estratégia.

_Confie em mim...eu serei o cérebro, e você a força! Quando chegar a hora, apenas ataque com tudo que tem! Então vamos Leavanny, creio que você sabe o que fazer! *Gritou o Líder.

_Ahahahahaha, então os dois agora resolveram lutar juntos? Que conveniente...pena que não vai ter resultado algum! AHAHAHAH! *Gargalhou Petrel.

* Foi seguido da gargalha de Petrel que o 2º Weezing, acompanhando Leavanny, disparou seu Shadow Ball! O Plano parecia estar funcionando, visto que o golpe de Weezing errou devido a velocidade com que a Leavanny conseguia correr... talvez pela incidência de raios solares, que ativavam sua habilidade dobrando-lhe sua velocidade!

Leavanny então corria como se não houvesse amanhã, saltando, e por vezes realizando acrobacias maravilhosas, com as quais bailava para escapar dos ataques de Weezing, até deixa-lo nervoso, e tirar toda sua atenção de Minccino! O 1º Weezing logo notou a dificuldade do parceiro em atacar Leavanny, e então virou-se para desferir seu Flamethrower naquela direção! Foi questão de segundos para que as chamas fortalecidas pelo sol, se espalhassem pelo campo e corressem pela grama mais rápido do que Leavanny poderia saltar...

_Hahahaha! Ainda não é hora para nos derrotar... Leavanny, use o seu String Shot! *Coordenou o Líder.

* Foi então que Leavanny revelou sua verdadeira técnica para com batalhas deste nível. Usando dos seus fios de seda produzidos instantaneamente, e com resistência firme, a Leavanny parecia uma espécie de "Home Aranha", saltando com impulso e velocidade por entre as árvores, onde conseguia realizar acrobacias ainda mais habilidosas, como uma trapezista entre os galhos e troncos! As chamas não eram capazes de atravessar toda aquela quantidade densa de folhas e troncos que as impediam, deixando com que Leavanny por fim escapasse... e foi neste momento, que a Pokémon de planta, mandou o seu sinal para Minccino!

_Espera...o que é aquilo? *Indaguei, ao ver algo praticamente..."brotar" no pescoço de Minccino...

* Na verdade, fora uma folha pré-ativada que Leavanny deixou naquele local. Colocando a força do seu Magical Leaf, Leavanny conseguiu oculta-la por um tempo, para que no momento certo, ela se revelasse. Com suas habilidades de costura, naquele breve momento no inicio da luta, Leavanny conseguiu moldar esta folha, para com uma espécie de "capa" em Minccino, e agora lhe proporcionava o que era necessário para o ataque!

_Muito bem, essa é nossa chance Minccino! Acabe com isso usando seu Tail Slap + Iron Tail! *Foi o meu comando.

_O que? Eles estavam tramando esta armadilha desde o começo? *Indagou Petrel, retomando sua atenção para o felpudo.

* Minccino então percebeu que esta era a chance da qual seu treinador estava falando, quando em sua corrida, a folha que estava em suas costas revelou outro poder! A força do Magical Leaf, inflou aquela folha, e por instantes conseguia manter o felpudo "planando" no ar com uma rapidez incrível, que o permitiu se aproximar muito mais rápido que o esperado pelos Weezings, que foram surpreendidos!

Não houve sequer tempo para uma reação dada pelos Weezing's, que somente sentiram a presença do felpudo saltando entre eles! Minccino começou pulando em cima do primeiro, desferindo-lhe um golpe de cauda metalizada pela sua combinação, sendo este o primeiro hit! O Weezing então foi atolado no chão, enquanto Minccino saltou, planando no ar com aquela capa mágica, chamando atenção do outro Weezing!

_Ora Weezing, não podemos perder pra esse tampinha...ataque logo! Venoshock! *Gritou Petrel, batendo o pé no chão.

_Droga...Minccino, defenda, mas continue em sua combinação! *Comandei.

* Minccino ainda estava no meio de sua combinação, a qual por sua habilidade seria maximizada para 5 hits, e pelo sorriso de Yuki, imaginei que ele soubesse disto. Weezing todavia, ouviu o comando do treinador e se motivou em atacar com tudo que tinha naquele Venoshock, disparando uma espécie de "choque venenoso" na direção do felpudo que planava em sua frente!

_Tuchê! Hehehehe... *Murmurou Yuki, com um sorriso sarcástico.

* No mesmo instante que o raio venenoso estava para acertar Minccino, o felpudo retirou a capa de suas costas, colocando-a a frente para defender o ataque! Foi como se magia na folha investida fosse suficiente para faze-la resistir mediante o choque que foi segurado! Tempo suficiente para que o felpudo saltasse em rodopio por cima, e agora partisse pra cima do Weezing restante com sua cauda a frente! Seu golpe foi imediato, um hit de sua cauda o deixou tonto em rodopiar no ar...o segundo o lançou um pouco para cima, enquanto o quarto o lançou para longe!

_Agora Leavanny...vamos bailar! *Alegou Yuki.

_Então era esta a hora não é? Vamos lá Minccino, ainda não acabamos com isso... agora use o Hyper Voice! *Comandei.

* Sim, os 2 Weezing's haviam perdido sua sintonia, quando separados pelos golpes físicos de Minccino! Petrel não tinha mais controle sobre eles, visto que desesperados em terem sido desorganizados, os Weezing's não conseguiam se controlar! Leavanny então surgiu diante das árvores, saltando numa altura incrível, e desaparecendo sobre o brilho do sol!

Minccino rapidamente tirou a atenção dos Weezing's outra vez, usando seu Hyper Voice, que ecoou por todo campo, estridente...poderoso, e acima de tudo, impactante! 1 dos Weezing's já não aguentou a potência com que o ataque fora usado, e então desmaiou...enquanto o outro ficou somente tonto, sem saber o que fazer...

_Droga..DROGA...DROGA! Vamos lá Weezing, ataque o Minccino, ele é quem está distraindo vocês! Use um Gyro Ball! Gritou Petrel.

_Essa não..seremos acerta- *Gritava, quando fui cortado com a risada de Yuki.

* Aquela risada, só podia significar uma coisa...um plano! De fato ele não falharia em uma luta como essas...ainda mais tendo a vantagem em estratégia e força! Minccino ainda estava desprotegido mediante ao ataque que acabara de usar...e então só pode observar a aproximação muito rápida do Weezing em giratória usando seu Gyro Ball, quando de repente...

_Xeque...Mate! *Gritou Yuki.

* No mesmo instante, uma sombra apareceu abaixo do que parecia ser poucos centímetros a frente de Minccino. Weezing passou pelo local alguns segundos depois, e antes que pudesse sequer encostar em Minccino, fora atingido por algo que caiu como um Míssel perfurador! Era ela...Leavanny, que mergulhou no local usando seu X-Scissor! Weezing sequer recebeu danos...e sim, foi cortado ao meio! Uma coisa rara de se ver no mundo pokémon... um pokémon massacrado bem a nossa frente.. mal podia acreditar naquela Leavanny, que depois do impacto, levantava-se, raspando as lâminas de sua mão, uma na outra para chamar atenção para o que ela era capaz de fazer...

_Ahahahahaha! Pensou mesmo que podia nos derrotar, rocket insolente? Os líderes de ginásio estão muito bem cientes de que vocês estão atrás deles...mas saiba de uma coisa meu jovem. Estamos esperando ansiosamente.... *Concluiu Yuki, com uma face totalmente sarcástica, que era de assustar.

[ Fim da Batalha ]

* Não havia retorno, assim que Weezing foi partido ao meio, sua existência imediatamente desapareceu. Talvez fosse obra de Arceus, ou a ordem do mundo pokémon...não tinha explicação. O que importa,é que o medo tomou conta do rocket, que com as pernas totalmente bambas, recolheu seu outro Weezing e desapareceu mais rápido que o vento.

Minccino então retornou correndo, feliz por ter ajudado naquela batalha que de fato nos mostrou grande habilidade. Yuki então aproximou-se de sua Leavanny, ao que parecia lhe parabenizando pela força com que mostrou na batalha.

_Então você estava só fazendo uma experiência com a minha força? Podia ter derrotado o Petrel sem ajuda não é? *Perguntei, apesar de saber da resposta.

_Você entende não é? Líderes de Ginásio estão sempre curiosos para testar as habilidades de seu oponente...e acima de tudo, isso me deixa meio atiçado. Mas é bom saber que você é um exímio lutador... *Concluiu ele.

_Eu que agradeço...é bom saber que os Líderes de Ginásio, estão muito mais bem preparados do que eu imaginava...Hahahaha! *Sorri, de fato aliviado.

* Depois daquela gloriosa batalha ao lado do Líder de Castellia, pude entender uma coisa que me traria grande alívio mediante ao futuro de minha jornada. Não se deve subestimar um líder de ginásio, eles são muito mais fortes do que pensamos. Apesar de Minccino também ter lá suas habilidades, as estratégias do líder eram todas perfeitas e precisas... não sei o que seria de mim em batalhar contra ele.

_Todavia, é isso que deve me motivar. Eles são fortes... mas nós somos mais fortes ainda! A Força de Unova, é muito maior do que vocês pensam...Rockets! *Retruquei, enquanto caminhava para o Centro Pokémon.

* O Encontro com aquele líder foi de fato muito importante neste dia. Naquela tarde, passaria as informações para Cheren, apesar de saber que ele já devia ter conhecimento disso. No fim, eu só estava subestimando demais a todos...

[ Enquanto isso, no QG Rocket... ]

_O que está me dizendo? Era uma...Enf-Enfermeira? *Gritava aquele senhor, de trajes chamativas...que apelidavam de "chefe".

_Isso mesmo Chefe. E ela não era comum, pelo contrário. Desenvolveu habilidades de combate em conjunto com a pokémon dela...e que eu me lembre, os únicos que tinham esse tipo de treinament- *Dizia ela quando foi cortada pela voz em tom grave de seu chefe...

_Eram da Resistência. Malditos...sabia que eles iriam se mover..isso só pode ser coisa dela! Maldita Lady... *Murmurou o Chefe, socando sua cadeira que até mesmo estrondou na ligação.

* Enquanto isso, na tela, aparecia Athena em uma outra cidade. Ela estava em conferência com seu chefe, repassando as informações que teve depois da batalha com a exímia lutadora, Enfermeira Joy. Que segredos a mais essa história esconderia? Não se sabe, pois naquele momento, o Chefe cortou a transmissão, e parecia estar furioso com a intromissão desta "Lady" que ele havia mencionado...
avatar
Maria Vanúbia'

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 1574
Idade : 21
Data de inscrição : 09/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Zaine em 24th Maio 2013, 19:40

valido... 5 estrelas e meus parabens \o/

põe vc seu bonus >.>








avatar
Zaine

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 454
Idade : 19
Data de inscrição : 10/11/2012

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Maria Vanúbia' em 13th Junho 2013, 16:00

- Treinamento da Cleffa -

17 - O Plano Revelado!



[ Saída de Castéllia... ]


*Finalmente, depois da longa estadia que passei na cidade de Castéllia, era chegada a hora de partir. Já havia recuperado a mim e a meus pokémons no Centro Pokémon, e descansei o suficiente para conseguir sair pelo início da tarde. Enquanto caminhava pela estrada de saída da cidade, puxei a tal pokebola da nova integrante do meu time... e com ela em mãos, pensava algumas coisas a respeito...

_Droga... justo eu, que tanto quis me ver longe desse pesadelo, agora estou aqui, com um desses pequenos demoninhos, numa pokebola! Isso não é justo... *Resmunguei, enquanto caminhava.

* No mesmo instante, algo tremeu em meu bolso. Senti até mesmo um calafrio de pensar que poderia deixar a pokebola cair acidentalmente, e liberar aquela criaturinha macabra, e então por precaução, guardei a pokebola novamente. Com a mão direita ao bolso de minha calça, pude perceber que na verdade era minha Pokegear chamando... uma ligação de Cheren.

_Pode falar Cheren! Como vai? *Perguntei, enquanto atendia a ligação.

_Aaron? Que bom te encontrar! Eu vou bem... aliás, você já deve saber disso, afinal testemunhou a força dos líderes de ginásio bem de perto não é mesmo? *Respondeu ele, lembrando-me do poder que o Líder Yuki havia me mostrado.

_Sem via de dúvidas. Tenho medo de pensar o que seria de mim numa luta contra ele...

_Medo? Porque? Você também é um deles! Porque acha que eu te escolhi pra esse cargo? Hhahahaha! *Gargalhou ele.

_Pensando bem, você tem razão. Agora, mudando de assunto, tem alguma novidade sobre os Rockets? *Indaguei, num tom mais sério.

_Por enquanto nada, todavia, tenho notícias dos Líderes! Fique atento, parece que o Líder de Nimbasa desapareceu. Drayden de Opelucid continua a manter contato, sendo ele o que mais nos lidera. Não temos noticias do líder Marley, que parece estar em sua cidade, mas sem interesse com nada disso...

_Droga. E os outros? Como estão?

_Bem...sinto em dizer, mas parece que a Líder de Virbank tivera seus pokémons roubados. Driftveil não quis entrar em contato, e Mistralton também. Parece haver algo de errado por lá... *Mencionou Cheren, num tom preocupado.

_Errado? O que quer dizer com isso? *Indaguei, curioso.

_Olha... eu sei que você é novo nisso, mas desde antigamente não simpatizamos com os líderes dessas cidades. Ambos são muito ricos devido ao desenvolvimento de práticas econômicas em suas cidades, e isso os transformou em arrogância que só. É só uma hipótese, mas não duvido nem um pouco que eles foram comprados pelos Rockets, e não querem se manifestar... *Concluiu Cheren.

_O que? C-co..como podem?!?! *Gritei, indignado.

_Eu explico os detalhes depois, preciso desligar agora. Desejo-lhe sorte em sua jornada. Quando tiver tempo, passe por aqui, estamos ansiosos para lhe ver! Inclusive ele...er...deixa pra lá! Até! *Finalizou Cheren, enquanto desligou.

_Ele o que? De quem será que ele estava falando...? *Me perguntei, enquanto desligava a pokegear, e a guardava no bolso.

*Quase que instantaneamente senti a mesma aflição de um choque. Na verdade, dado por um susto que tive. Bem diante de mim, não podia acreditar no que estava vendo... aqueles cabelos longos, e agora mais claros, num tom louro, roupa sensual e um tanto apertada...Elisa! Diferente das outras vezes, ela me encarou fundo nos olhos... parecia estar determinada a fazer algo, e muito mais confiante de si mesmo.

_Finalmente te encontrei garoto! *Disse ela, se aproximando com uma feição séria.

_E-E..Eli-sa? O que está fazendo aqui? *Gaguejei pela surpresa.

* Antes que pudesse responder a minha pergunta, a moça puxou meu braço enquanto saia andando em passos mais apressados. Me levou novamente para Castéllia, até uma lanchonete que havia por ali, afinal a cidade era grande e cheia destes lugares. Todavia, a lanchonete escolhida era bem menos movimentada que as demais...

[ Lanchonete de Castéllia... ]

_E ai...vai me dizer o porque disso tudo? *Indaguei, enquanto sentado, a encarava.

_É o seguinte Sr.Educadinho, você tanto fez tanto fez, que eu acabei me rendendo, e deixei os rockets. *Mandou ela na lata.

_O QUE? Então eu sabia, você não queria mais estar com eles! De cara eu perceb- *Dizia, até ser cortado por ela...

_Calma lá! Não se anima não falou? Eu já tava de saco cheio deles, mas como esperado, eles fizeram o que eu temia. Bastou eu sair da Rocket, que no dia seguinte sumiram com minha irmã. *Completou ela, agora com uma feição um pouco cabisbaixa.

_Me des-culpe...eu..eu, não fazia ideia...

_Por sua culpa o ginásio de Nimbasa agora está vazio, e eu estou sem minha irmã! Mas isso nem éo pior dos piores... *Resmungou ela, virando a cara um tanto vermelha.

_Espera! Está me dizendo que a líder de Nimbasa era sua irmã? Como Assim?!?

_Você não percebeu é? Elesa é a líder, eu sou a irmã mais nova, Elisa. De qualquer forma...o que eu preciso.. é...de você. *Concluiu ela, agora olhando diretamente em meus olhos.

* Não pude resistir a tanta informação. Primeiro, descobri que ela era ninguém mais ninguém menos que irmã da líder de Nimbasa, e agora sabia o porque da líder estar desaparecida. Por fim, isso! Minha cara estava mais vermelha que uma pimenta....

_O-o-oqu-que!!!???!? O q..-que..voc vo-voc... *Gaguejava, até ser interrompido outra vez...

_Relaxa! Eu só preciso que você me leve junto com você até chegarmos em Nimbasa. Com certeza algum Rocket deve estar me observando, e eu não posso correr o risco de ser pega. E ai, topa?

_Eu...não sei, parece perigoso...

_Se me levar, eu conto tudo que sei sobre o plano deles!

*No mesmo instante, meus olhos brilharam. Eu tinha em minha frente aquilo que a maioria dos líderes de Unova inteira estavam a procura...informação! Uma coisa simples como escolta-la até Nimbasa era o único favor pedido em troca. Não hesitei em aceitar, e dali em diante conversamos um pouco mais a respeito.

O plano dos Rockets? Logo Elisa revelou tudo que presenciou com suas habilidades. Pelo que ela disse, o líder dos rockets era sem vida de dúvidas Giovanni. Ele já vem de Kanto, com grande poder de batalha, e econômico, exercendo grande influência sobre todo mundo pokémon. Seu plano, consistia em roubar o maior número de pokémons fortes de Unova. Estes, seriam clonados pelo mesmo processo que ele havia feito a anos atrás, com um possível pokémon lendário. Com este novo exército de pokémons clonados, ao seu comando, ele dominaria a região e posteriormente o mesmo nas outras regiões!

Mas porque Unova? Ele poderia ter feito isso em Kanto não? Claro que não! Unova era a recém descoberta região, que não tem muita influência de treinadores campeões como Red, Green e outros que defendem Kanto a muito tempo. Uma região como Unova que estava a mercê dos interesses econômicos, seria fácil de ser dominada a força...

_Era de se esperar que um homem como ele estivesse a procura de tantos pokémons. Mas se ele espera dominar Unova, vai precisar de um exército deles, não somente os pokémons de líderes... *Mencionei.

_Se ele conseguir os pokémons dos líderes, poderá clona-los em quantos precisar! Se você teme um pokémon como aquela Leavanny do ginásio, então imagine uma cidade invadida por 100, 1000 até Milhões daquelas? Não haveria chance... *Respondeu Elisa, séria.

_Ahahahahaha! Ora ora senão é a Princesa dos Cabelos de Ouro e seu Príncipe Encantado! Ou devo dizer, garoto medroso...não é mesmo Aaron? * Indagou uma voz, que chegou a me trazer calafrios.

* Ao ouvir aquele tom de voz, lembranças de todo passado vinham atona. Sei, que já não era mais novidade que sou um nativo de Kanto. Era como se a sombra do passado estivesse surgindo bem diante de nós, na entrada daquela lanchonete. Dois homens, um deles já conhecia, este era Petrel. Já ao lado dele, alguém que eu conhecia ainda mais.

Um homem de roupas brancas, finas e elegantes, detentor de olhos cativantes e profundos, de um olhar penetrante, cabelos azulados como a cor de seus olhos, assim como toda elegância que trazia consigo...

_O que está fazendo aqui, Apollo? Veio se divertir as custas da minha penitência? *Gritei, levantando-me da mesa já num estado alterado.

_Porque tudo isso Aaron? Você conhece esse cara? *Perguntou Elisa, surpresa por meu descontrole.

_Ora... não precisamos poupa-la de saber a verdade. Porque não conta a ela, meu jovem? Deveria dizer a seus amigos, sobre o que já passou em Kanto...

_Cala a boca! Ninguém precisa participar dessa desgraça...isso é passado! *Gritei

_Passado? Olhe bem pra mim... olhe nos meus olhos e diga isso garoto! Conheço você muito bem pra saber que é do passado que você tem medo! Mas se não pretende encara-lo...deixe que eu tomo providências para isso... *Concluiu o homem, revelado ser chamado Apollo.

* De imediato, o homem estalou os dedos, enquanto por de traz das mesas, somente o vulto de um pokémon noturno foi possível ser avistado. Enquanto ele passava, Elisa fora derrubada, e acabou desmaiando. Apollo então, como homem cortês que era, abaixou-se para trazer Elisa em seus ombros. Antes de partir, acariciou o pokémon que o ajudou, e olhou para traz, vendo-me paralisado em qualquer tipo de reação. A troca de olhares foi imediata e profunda... aqueles olhos profundamente azuis como o céu, me encaravam a fundo...

_Até logo meu garoto... Hahahahahaha! *Disse ele, dando ênfase a certa palavra, enquanto gargalhava e partia numa espécie de automóvel levando Elisa consigo.

_DROGA! Porque não consigo reagir? Será que o passado ainda me afeta tanto assim? *Retruquei, agora retomando a consciência.

_Está errado garoto, isso se chama medo! Mas não se preocupe, vou acabar com isso logo... *Mencionou Petrel, que por infelicidade minha, ainda estava ali.

_O que é que você quer? Não vê que seu chefe já levou a Elisa? Vai embora daqui! *Gritei, já com a voz a fraquejar.

_Ownnnt... o bebêzinho vai chorar? Guarde suas lágrimas e arrogância para sí, pois eu vou acabar com isso logo! Venha Shiny Koffing! *Gritou ele, enquanto lançava uma pokebola a frente.

* No momento, minha fúria estava tomando conta de todo corpo. Quando vi o quanto aquele maldito rocket me afrontava, mesmo sabendo que sua derrota sempre fora eminente, não pude resistir ao impulso de sacar a primeira pokebola que havia em meu bolso. Sabia exatamente quem é que havia ali, e justamente por isso a escolhi, sem dizer uma palavra, simplesmente lancei a pokebola..

[ Batalha ]

* Da pokebola de Petrel, um Koffing fora liberado. Todavia, este aparentava ter uma cor diferente, e a julgar pelo modo como se movia, era mais bem treinado que os anteriores que já enfrentei, e aparentava ter mais velocidade. O Rocket sorriu mais ainda, ao notar que de minha pokebola, emergiu um pokémon de face, corpo, e aura inocente... Cleffa!

_Ahahahahaha! Garoto, você não muda! É só ficar nervoso, e já faz merda! AAHAHAHAHA! *Gargalhava Petrel, incessantemente.

_Você é quem não sabe com quem está mexendo, meu caro... *Foi o que disse.

* A partir do comentário infame de Petrel, consegui atingir o que esperava, pois Cleffa mostrou sua verdadeira natureza. Diante do Koffing, a aura, expressão...tudo em Cleffa mudou, agora ela tinha uma feição bizarra, um sorriso de canto sarcástico, e uma aura assustadora. Estava louca para começar a matança, e Koffing de imediato sentiu isso, ficando um tanto intimidado...

_Ora! Tsc... uma bebê como essa não vai nos derrotar! O que está esperando Koffing? Ataque-a com seu Gyro Ball! *Gritou Petrel.

_Detenha-o! *Retruquei, seco.

* Parecia que ao menos naquele momento, estávamos interligados, eu e Cleffa, pelo mesmo motivo em comum. Nosso oponente era insuportável, e sincronizados como nunca, obtivemos uma nova força. Koffing então girou numa velocidade incrível, e como uma bola de boliche em rotatória, o pokémon venoso usava seu Gyro Ball, vindo para atingir Cleffa.

Todavia, a pequena rosada esboçou um sorriso mais largo ainda, quando somente ao estender a mão para frente, usava do seu Metronome! Por sorte, ou sabe-se-lá o que, o ataque obtido fora o Superpower e com ele, Cleffa conseguiu segurar todo impacto do ataque de Koffing, até fazê-lo parar de girar, com a cara atolada na mão direita da pequena rechonchuda! Cleffa mantinha o sorriso, e agora abriu um olhar profundamente bizarro sobre Koffing, como se dissesse: "Minha vez...".

_Acabe com ele Cleffa. *Mencionei.

_Que história é essa de acabe com ele? Como se eu fosse deixar! Koffing, Poison Gás, e suma daí! *Retrucou Petrel, furioso.

* Com o comando de Petrel, e mesmo assustado, Koffing arranjou coragem para atacar. Dos poros em seu corpo, o pokémon venoso exalou uma fumaça totalmente tóxica que parecia emanar por todos os lados, visando danificar a Cleffa com seu veneno, e então liberar-se da força que ela exercia pelas mãos. Contudo, o Koffing mal percebeu, mas uma camada de energia branca e transparente ao mesmo tempo envolvia Cleffa, pelo ataque que ela usou logo de começo...Safeguard! O Veneno foi totalmente suprimido, e mesmo inalando tal fumaça, a rechonchuda conseguiu manter-se de pé, e agora, sorrindo maquiavélica.

_Ela é mais rápida do que imaginávamos! Mas que droga é essa bola rosa? Não era pra ser um pokémon bebê? Devia só saber chorar! *Resmungou Petrel, inconformado...

_Pois é meu caro, acontece, que bebês fazem muito mais do que chorar! *Concluí, deixando em aberto para que Cleffa desse um fim naquele absurdo de incômodo que o rocket nos trazia.

* A Cleffa por sinal, concordou com o que eu pedia. Seu sorriso agora fora substituído por um brilho em azul, que rodeava seu corpo dado pelo ataque que ela pretendia usar. Psyshock estava em execução, e como se por condução, toda eletricidade fosse transferida de imediato, através da mão de Cleffa uma onda enorme de choques psíquicos passou atingindo Koffing diretamente!

O Corpo do pokémon venoso tremia freneticamente, recebendo todo o choque, e também os danos, que eram ampliados pelos danos super efetivos. Quase como se não bastasse, quando o Koffing caiu no chão, já inconsciente... a Cleffa gargalhou de forma maquiavélica outra vez, enquanto num estalar de dedos, usava seu Incinerate! O Koffing entrou em estado de combustão instantânea, e nem mesmo teve tempo de ser recolhido para sua pokebola... pois o gás venenoso e inflamável que havia ao seu redor, entrou em contato com as chamas causando explosão imediata de seu corpo! Sabe-se-lá Arceus, o que aconteceu com o pobre Koffing...

_M-mas..m-amas o que é... iss...is-isso?!?! *Gaguejava Petrel, caindo ao chão com o susto.

_Você não disse que bebês só deveriam chorar? Então porque não começa você a fazer isso? *Concluí.

*Minha frase final, seguido da gargalhada estérica de Cleffa, trouxe o medo junto a calafrios que percorreram o corpo inteiro de Petrel. Ele sequer esperou para ver, ou presenciar o que aconteceria caso seu Koffing retornasse. Saiu correndo em disparada. Enfim, aquele tormento se foi...

[ Fim da Batalha ]

* Ao término da batalha, estava profundamente mexido com a aparição de Apollo, e o rapto de Elisa. Justo agora que tinha conseguido informações tão valiosas...Espera! É isso, essas informações deveriam ser repassadas...

_E é isso Cheren, tudo que ela me disse a respeito do plano deles... *Disse, após explicar tudo para Cheren via Pokegear.

_Muito bem, vou reportar isso ao Drayden. Você não precisa se preocupar em dizer isso a Resistência, parece que eles já estão cientes... de qualquer forma, obrigado Aaron. *Concluiu Cheren, enquanto desligava.

* Ao término da ligação, notei Cleffa com um olhar diferente. Não era inocente, mas também não era diabólico. Ela estava curiosa, tentando entender o que aconteceu. Pela primeira vez, tive a coragem de coloca-la em meu colo como se fosse a coisa mais comum que faça, e independente de sua reação, acariciei sua cabeça...

_Está vendo Cleffa? Não há problema algum em ser um bebê... ou em chorar. Todos tem seus medos... *Disse, com um olhar perdido enquanto observava aquele céu do entardecer.

* A Cleffa ficou estática. Parecia enfim estar me entendendo um pouco mais, e conseguia compreender o que senti. Estávamos sincronizados mais uma vez, por mais que seja somente por aquele momento, mas estávamos unidos. Ambos olhávamos para o céu, a espera de somente respirar fundo, e seguir em frente.

_Eu tenho que vencer esse medo, afinal, não serei um bebê pra sempre... *Finalizei.





Lispector, Vanúbia.
avatar
Maria Vanúbia'

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 1574
Idade : 21
Data de inscrição : 09/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Zaine em 14th Junho 2013, 14:38

VOOOOOOOOOOOOUUUUUUUU CAÇAR MAIS DE UM MILHÃO DE ESTRELAS POR AI, pq seu treino é foda pra caraleo oq?  coloca logo 5 estrelas nessa budiga senão meus olhos num aguenta de tesaun








avatar
Zaine

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 454
Idade : 19
Data de inscrição : 10/11/2012

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anotações de Treino do Faust

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum