Pokémon Rpg Online
Bem vindo ao Pokemon Rpg online!
Se você ja é um jogador faça login.
Se é visitante e quer começar a jogar, registre-se!
Mas se quer ver o forúm primeiro para decidir se entra ou não aperte
"Não exibir mais".
Ah,vote em nós no top Brasil,é de graça!!!

Ass:Rafa Kimura'

{Jornada} Mary'

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{Jornada} Mary'

Mensagem por Mary' em 16th Dezembro 2014, 12:05





Jornada de Mary'

"Abram alas para o pastor do fogo"


Historia:


O mundo vive em constantes guerras desde as mais comuns, simples brigas entre pessoas, competições entre grupos e etc; a mais complexas, guerras por espaço, por matéria prima e etc. Mesmo com as brigas o planeta mantinha seu equilíbrio e junto com ele os lendários mantinham a paz entre humanos e pokémon.
Pokémon, criaturas que eram constantemente estudadas e assim cientistas ficavam por ser reconhecidos pelo mundo. Alguns abriram seus laboratórios e diariamente mandavam jovens para capturar criaturas novas e assim continuar seus estudos. A Paz manteve-se por vários anos, treinadores, coordenadores, criadores... as pessoas começaram a se especializar em pokémon das mais variadas formas.
Porem com os diversos treinadores espalhados pelo mundo os humanos descobriram que alguns pokémon eram raros e poderosos. O equilíbrio do planeta era mantido por esses seres que se mostravam somente a quem julgavam ter bom coração. O egoísmo da humanidade levou-os a caçar com fins nada altruístas esses pokémon.
Infelizmente mais e mais humanos se juntaram na caça sangrenta aos pokémon lendários que, ao se verem encurralados, tiveram que se mostrar. Pouco a pouco os lendários de cada região foram encontrados. O poder desses pokémon é inimaginável, contudo até uma divindade possui limitações. Os lendários, que antes mantinham o equilíbrio do planeta, agora lutavam pela própria sobrevivência e mesmo assim, um a um sucumbiam ao descanso eterno ou ate mesmo eram capturados.

Agora, o mundo estava em repleta desgraça, equipes vilãs dominavam tudo, cada uma cuidando de sua parte. Lendários que ainda estavam livres mantinham-se escondidos evitando se mostrar para humanos e ate mesmo para pokémon. Aqueles que tinham sido capturados eram usados para a destruição e controle da população. Pokémon que lutavam para defender seu território pouco a pouco entravam em extinção e assim ficavam como espécies raras. Arceus, o pokémon deus continuava em sua dimensão assistindo tudo, esperando que algum dia surgisse alguém que pudesse mudar tudo...

Por favor não copiar a Pokedex (Direitos autorais)
Pokedex:


Kanto:

#004 Charmander
#005 Charmeleon
#019 Rattata

Johto:

--x--

Hoenn:

--x--

Sinnoh:

--x--

Unova:

--x--

Kalos:

--x--

Personagens:

[Principal] Mary:


Time:

[Principal] Bruno:


Time:

[Principal] Victor:


Time:

Futuro Time



Última edição por Aurora M. em 5th Janeiro 2015, 09:19, editado 3 vez(es)




Lua

avatar
Mary'
Administrador
Administrador

Poke Regras :
Feminino Número de Mensagens : 2228
Idade : 19
Localização : ¬¬ Pra que quer saber?
Humor : Depende da pessoa com quem eu falo
Data de inscrição : 20/07/2012

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Jornada} Mary'

Mensagem por Mary' em 18th Dezembro 2014, 06:55


Post: #001
Tipo: Treino [✖] Captura [ ] Evolução [ ]
Treino: Carla

Estrela brilhante!



Odiava viajar de avião, não que eu não gostasse do céu muito pelo contrario adorava. Porem aquele mecanismo de metal balançava de mais ao passar por uma corrente de ar. Ao meu lado, minha mãe olhava atenta a televisão enquanto passava as noticias da região local. Aparentemente os Rocket's exploravam uma mina a procura de uma Mega Stone. Uma pedra que foi descoberta a pouco tempo, esta permitia evoluir o pokémon uma vez mais, mesmo estando em sua ultima forma. Meu Pai foi chamado para ajudar a pesquisar e conhecer essas pedras misteriosas. Saímos de Unova para Kalos e agora para Kanto. Parecia que nunca íamos ficar em um lugar só, acabei perdendo vários amigos por causa disso.
"Atenção passageiros pousaremos em Kanto dentro de alguns minutos, por favor colocar os cintos de segurança."
A voz do piloto ecoava por todo avião. As poucas pessoas que estavam ali com a gente prenderam seus cintos enquanto minha mãe checava o dela, antes que viesse a me perguntar sobre o meu, puxei a fivela mostrando estar bem presa ao acento.

[...]

"Uma hora avião e agora caminhão. O que mais falta? ah sim falta o navio." Pensei olhando pela pequena janela do automóvel.
Depois de praticamente duas horas no aeroporto esperando autorização do general da guarda, ainda ficamos mais uma hora para conseguir alugar o caminhão. Tudo ali era fiscalizado pela guarda que agora estava sobre o comando de Giovanni o líder dos Rocket's. Jenny a antiga policial havia sido morta em uma briga pelo lendário Mewtwo. Com isso o lendário ficou sobre o comando da equipe vilã e a policia se rendeu para eles. Mew o lendário que dizem ter sido usado para a criação de Mewtwo, continuava desaparecido e muitos estavam a sua procura.
O caminhão finalmente parou e eu me vi de frente para uma casa em cima de um morro. Um velho logo saiu de lá de dentro e veio nos cumprimentar. Meu pai falava com ele como se o já tivesse conhecido, minha mãe tímida como sempre não falava mais que o necessário, já eu, nem ligava apenas observara dois passarinhos brincando um com o outro.
Se apresentando como Oak, o velho nos convida a entrar e afirma que ali será nossa nova casa. Meu Pai entusiasmado com a ideia de entrar no laboratório, sobe as escadas rapidamente.
Enquanto os três adultos conversavam na suposta sala de estar, eu me encontrava do lado de fora, olhando o imenso jardim com os mais variados pokémon. Alguns eu reconhecia pois vinham de Unova ou Kalos, outros eu nem fazia ideia de que existiam. Um que me chamou bastante a atenção foi uma lagartixa dourada que brincava com uma tartaruga de casco verde e um pokémon sapo verde.
- Vejo que se interessou pelos iniciais.
Levei um susto ao perceber Oak havia deixado meus pais conversando e vindo ate mim.
- Daqui a pouco dois treinadores vão vir buscar seus iniciais. Gostaria de pegar um pra você? - Perguntou gentilmente.
Olhei para os meus pais por trás do professor. Os dois conversavam com um olhar preocupado.
- Já falei com eles. Gostaria que você mais os dois treinadores fossem viajar por Kanto atrás de Mew e pedir para que o lendário os ajudassem a libertar Kanto dos Rocket's e assim começar a trazer o equilíbrio do mundo novamente. Não será nada fácil mas deixarei que use a desculpa de que esta a procura de novos pokémon.
Era muita coisa, mas o contexto em si era simples, eu e mais duas pessoas teríamos que salvar Kanto. Sem nada pra fazer e querendo acabar coma guerra que matou meus avós aceito o pedido junto da missão.
Demoro alguns minutos para convencer meus pais e assim que consegui me dirigi ao laboratório aonde Oak entregava os iniciais aos jovens treinadores. Maquinas e mais maquinas, o local era rodeado por elas, ao centro uma mesa com três pokébolas, uma com um símbolo de fogo, a outra com o símbolo de uma folha e por fim uma com o símbolo de uma gota de agua. Dentro de cada uma se encontrava um inicial. Charmander, fogo; Bulbasaur, grama e Squirtle, água. Enquanto eu olhava para as pokébolas dois treinadores entraram.
O Professor falou rapidamente com eles e os acompanhou ate o meu lado.
- Como cada um já sabe, vocês foram escolhidos para irem atrás de Mew e assim trazerem o equilíbrio de Kanto novamente. A ideia é fazer Kanto voltar ao normal dando um lugar de refugiu para os lendários ainda livres e a partir daqui fazer o mundo voltar ao normal. Claro que não irão fazer isso sozinhos, demorou um pouco mas consegui os três iniciais Shiny's ou seja de uma coloração diferente dos normais. Cada um poderá escolher um, receberão juntamente uma pokédex apenas para disfarce e mais 5 pokebolas.
- Professor mas as pokebolas não estão proibidas? - Perguntou um dos meninos.
- Mas é ai que esta a resposta, o disfarce de vocês será de treinadores atrás de novos  pokémon e de que adianta partirem sem pokébolas? Na pokedex de cada um já terá o registro com o nome de cada um e que foi eu quem os enviou. Só peço que tomem cuidado com outros "treinadores" muitos estão tentando roubar pokémon e o de vocês será ainda mais raros. Agora, pode escolher cada um o seu.
- Escolherei Bulbasaur. - O garoto pegou a pokébola e liberou o pokémon. - Bom amiguinho sairemos juntos nessa missão, te darei o nome de Saur tudo bem?
O Pokémon de grama parecia contente e não recusou o nome.
- Pode escolher primeiro. Não sou apressado como o Bruno.
- Foi mal, esqueci que era primeiro as damas. - Falou o garoto já com seu pokémon no colo.
- Se tudo bem pra vocês ficarei com o Charmander. - Falei pegando a pokébola.
- Como ultimo, pegarei Squirtle. - Sem nem tocar na esfera o pokémon se libertava sozinho pulando no colo de seu novo mestre.
- Bom, agora que cada um já escolhei, aqui esta. Uma para Bruno e seu Bulbasaur. Uma para Mary e sua Charmander, sim é fêmea. E uma para Victor e seu Squirtle. - O Professor entregou as Pokedex e logo em seguida as pokébolas. Com um "Boa jornada" o professor se despede de nós.
Bruno optou por ficar mais um dia na cidade, Victor acho melhor falar com seus pais novamente antes de partir. Já eu? Caminhava pela primeira rota observando os pássaros no céu.
Faltava pouco para chegar na primeira cidade quando a pokébola no meu bolso começa a se mexer a retiro da calça e imediatamente a esfera se abre liberando um raio azul que aos poucos tomava a forma de meu pokémon. Junto com a Charmander algumas estrelas surgiram rodeando o pokémon e em seguida sumiam. A Pokémon não parecia nada contente por ter ficado na pokébola a rota inteira.
- Desculpa, não estou acostumada a ficar na companhia de ninguém, evito fazer amizades a bastante tempo. Você me perdoa? - A pokémon olha pra mim e com um sorriso mostrasse bem amigável. - Irei te chamar de Carla. - Sem a pequena entender muito o significado do nome a pego no colo e continuo andando pela rota.

[...]

O tempo passa, atravesso Viridian sem muitos problemas. Assim que alguém me pergunta alguma coisa logo respondo que foi Oak quem me mandou ir atrás de novos pokémon. Na saída da cidade checam minha pokedex e então sou liberada. Qual quer coisinha era motivo para se fiscalizar, por sorte as pessoas da região confiavam no professor o que facilitou pra mim sair da cidade.
Mais uma vez eu estava cercada de árvores, porem agora estava na rota 2 e um pouco mais a frente a famosa Viridian Forest seria um ótimo lugar para treinar a Carla.
Andando pela grama alta e sem sorte para achar um pokémon, era de se esperar já que os soldados andavam de um lado pro outro a procura do lendário. Foi quando me distrai por um segundo que me surge um rato roxo. Levando um susto com o pulo do roedor dou dois passos pra trás e mais dois ratos aparecem da grama. Pego a pokedex na mochila enquanto Carla apenas encarava os roedores. o dispositivo ao mirar nos pokémon logo me passa as informações:

Pokedex:

Rattata
(Pokémon Rato)


Tipo:
Morde qualquer coisa quando está atacando. Vive procurando objetos duros para roer. Consegue viver em qualquer lugar e reproduzir muito depressa.
(Level 20)
- Carla gostaria te ter sua primeira batalha? - Perguntei guardando a pokedex.
A Charmander fez um sinal positivo com a cabeça e se colocou na posição de ataque.

(x3).........................
VS
.........................
___________________________________________________________________________________

- Carla comece com Ember.
A Charmander dourada abre a boca e dela dispara pedras quentes que voam em direção de seus oponentes. O Rattata da frente recebe o golpe protegendo assim os dois de trás. Não demorou muito para o da direita correr ate Carla, conforme corria um rastro de luz era deixado pra trás e com muita velocidade o roedor se joga em cima do pokémon de fogo a derrubando no chão (Quick Attack). Com o adversário no chão o Rattata da esquerda vai ate Charmander e com os dentes envolvidos em uma energia negra morde a cauda do pokémon (Bite). Com um ato de defesa Carla se levanta rapidamente quase que com um pulo e bate sua cauda na cara do rato o jogando contra uma árvore.
- Agora use o Fire Fang nesse mesmo Rattata.
A Charmander corre ate seu atual oponente e com a boca já aberta seus dentes começam a esquentar liberando algumas chamas. O Rattata balança a cabeça se recuperando do impacto e assim que olha para seu oponente leva uma mordida nas costas, pra acrescentar a pokémon ainda arremessa o rato contra uma pedra deixando o mesmo fora de combate.
Vendo seu amigo fora de combate o Rattata que ainda estava parado avançava agora. Por onde corria um rastro de luz era deixado para trás, e como um raio atinge Carla (Quick Attack). O segundo rato vai ate seu oponente e com os dentes brilhando morde com toda força o braço direito da Charmander (Hyper Fang).
- Carla aguente firme, use o Flamethrower.
A Charmander balança o braço tentando tirar Rattata dali, porem o pokémon normal não queria soltar de jeito nenhum. Sem ter outro modo a pokémon de fogo abriu a boca, respirou fundo e disparou uma enorme rajada de chamas contra o rato, que se viu obrigado a soltar o braço. Já o outro Rattata aproveitou a brecha na defesa da Charmander e aproveitando a curta distancia mordeu lhe a cauda fortemente, (Super Fang) com a pouca força que tinha conseguiu arrastar o pokémon pelo chão a afastando de seu companheiro.
- Carla, tente se levantar e use o Flame Burst.
Com um pouco de esforço a pequena pokémon se levanta e com a boca aberta vira sua cabeça em direção ao Rattata que a arrastou. Para a surpresa do ratinho o ataque foi rápido o acertando bem na cara e o jogando contra uma árvore atrás dele. Não foram muitas chamas apenas o suficiente para deixa-lo fora de combate.
- Ótimo, agora falta apenas um. Use o Fire Spin.
Voltando minha atenção ao ratinho que tinha sobrado, percebo que ele estava com muita raiva e antes de podermos fazer alguma coisa uma luz azul o envolve. Seu tamanho triplica, seu rabo cresce, suas orelhas ficam maiores e seus dentes ficam duas vezes maior. Sim, o pequeno ratinho tinha evoluído, eu não tive tendo de pegar a pokédex. O Pokémon normal logo avançava com seus dentes brilhando (Super Fang). Carla, também já esperta, abre a boca e dela dispara algumas chamas. O Fogo rodeia o rato mesmo que esteja em movimento, e como esperado de uma evolução, não para seu caminho. Logo pula para cima da Charmander mordendo sua cabeça.
- Ai Arceus! Carla, Flamethrower.
O que parecia ser um problema acabou sendo um erro de Raticate (Seria esse o nome do pokémon?). A Charmander com a cabeça dentro da boca do Rato dispara uma forte rajada de fogo contra a garganta dele. Obrigando o pokémon a soltar. O Pokémon normal com a boca toda queimada ainda teimava em lutar e avançando novamente e bem rápido, deixando um rastro de luz pra trás joga Carla no chão (Quick Attack). Porem foi ai que o rato se deu conta das chamas que o circulavam, já que as mesmas diminuíam de tamanho conforme o tempo.
- Carla, termine com isso, use o Inferno.
O rato mesmo com as chamas o rodeando ainda conseguia ver Carla e ficou surpreso ao ver a Charmander parada. Porem o ataque ainda estava valendo, já que aos poucos a temperatura em volta dos dois aumentava cada vez mais. A grama que ali estava começava a queimar, as pedras a esquentar, As chamas em volta do Raticate cresciam com o calor a mais. O campo ficava em chamas enquanto o "inferno" vinha a toda. O Pokémon rato acabou sendo queimado com as chamas que o circulavam e assim ficava fora de combate com boa parte do corpo queimado.

___________________________________________________________________________________

- Ótimo trabalho Carla. Agora vamos embora antes de sermos queimadas.
A Charmander concorda com a cabeça e me segue ate a floresta.
Não demorou muito para se escutar as sirenes de bombeiros, que mesmo estando entre as árvores, o barulho ecoava por toda floresta. Era estranho aqui, afinal aonde se encontrava os pokémon da quela área? Por que se esconderia de um simples barulho?
Talvez com medo das chamas? Não, elas estavam muito longe e logo logo seriam apagadas.



Continua...
(Próximo: O Mistério da Floresta)

Thanks @Lilah for CG




Lua

avatar
Mary'
Administrador
Administrador

Poke Regras :
Feminino Número de Mensagens : 2228
Idade : 19
Localização : ¬¬ Pra que quer saber?
Humor : Depende da pessoa com quem eu falo
Data de inscrição : 20/07/2012

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Jornada} Mary'

Mensagem por Elder em 18th Dezembro 2014, 07:09

Avaliação
Vamos ver como você se saiu!

Fiquei contente por avaliar uma história grande sem muitos erros, sejam eles ortográficos ou não.


Treino: 5 Estrelas.





don't blame it on me, blame it on the night. darling i'm gonna make you wanna fight like a girl
avatar
Elder
Administrador
Administrador

Poke Regras :
Masculino Número de Mensagens : 1043
Idade : 17
Localização : Na frente do PC ¬¬
Humor : I dont' know...
Data de inscrição : 16/12/2011

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
0/8  (0/8)
Fitas Conquistadas:
0/1  (0/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Jornada} Mary'

Mensagem por Mary' em 18th Dezembro 2014, 17:56

Carla:

>>

Charmander evoluiu para Charmeleon
(18/12/2014)




Lua

avatar
Mary'
Administrador
Administrador

Poke Regras :
Feminino Número de Mensagens : 2228
Idade : 19
Localização : ¬¬ Pra que quer saber?
Humor : Depende da pessoa com quem eu falo
Data de inscrição : 20/07/2012

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Jornada} Mary'

Mensagem por Mary' em 23rd Dezembro 2014, 09:51


Post: #002
Tipo: Treino [✖] Captura [ ] Evolução [ ]
Treino: Carla

O Mistério da Floresta part 1



Barulho? Nenhum, apenas o som de meus passos. Era claro que tinha algum problema na floresta. Se não, para onde os pokémon que ali viviam foram? Os poucos que achei foram um grupo de Caterpie's que ao me verem optaram por me atacar. Carla venceu eles rapidamente e por fim ainda evoluiu para Charmeleon.

Pokedex:

Charmeleon
(Pokémon Réptil)


Tipo:
Gosta muito de brigas, por isso busca constantemente por adversários. Ele ataca com suas garras afiadas e usando sua cauda como chicote de fogo. Pode soltar chamas azuis quando muito animado.
(Level 16) (Level 36)

Após o uso da Pokédex seguimos pela floresta sem muita coisa nova.
Já perto da saída, olho pra trás e me pergunto aonde se encontrava os pokémon e por que os Caterpie's tinham me atacado.
Carla já estava perto de sair da parte florestada quando percebe que eu estava para trás. A Charmeleon volta ate mim e percebendo minha preocupação, fica ao meu lado atenta a qualquer movimento.
Não demorou muito para se escutar um barulho em meio as árvores e sem ao menos um comando, minha pokémon corre em disparada na direção dele. Sem escolha, corro atrás dela. "Ai meu Arceus, aonde ela vai?" Depois de alguns minutos a Charmeleon para. A pequena olha pro céu, curiosa também olho e através das folhas das árvores era possível se ver uma enorme ave azul. Por onde passava deixava um rastro brilhante.
- Vamos logo, assim perderemos o Articuno.
- Mas nossa missão não é sumir com os pokémon da floresta?
- Esquece isso, Estamos falando de uma ave lendária.
As vozes ficavam cada vez mais altas dando a ideia de se aproximarem.
"Ave lendária? Será que fugiu? Ou esta seria uma que estava livre? Por que se mostra assim? Como se nada fosse-lhe acontecer?" Um arrepio percorre meu corpo, algo me dizia que conforme eu pensava a ave podia me escutar. "Será, que olhou pra mim? Seja como for, isso que eu chamo de olhar gelado."
As moitas ao nosso lado começam a se mexer e dois homens surgem delas. Ambos usavam uma roupa preta com um grande R vermelho na blusa. Sem duvidas, que seriam Rocket's.
- Com licença garota, gostaríamos de passar. - Pediu o de cabelo preto.
- Corta essa vai. Carla.
A Charmeleon já se colocava em posição de ataque.
- Ora, não temos tempo para lutar, saia logo da frente.
- Não. - Respondo cruzando os braços. - Atrás do Articuno é que vocês não vão.
- Vai dizer que esta contra as ordens do governo?
- Vocês não são o governo e não permitirei que capturem mais um lendário.
- Ah! Chega, sai Arbok! Vamos acabar logo com isso.

.........................
VS
.........................
___________________________________________________________________________________

- Carla, Flamethrower.
- Arbok, Acid Spray.
Em segundos a quela calma floresta virava um campo de batalha. Carla a respirava fundo enchendo seus pulmões, sua boca logo enche de chamas. Arbok não fica para trás e em segundos sua boca já disparava um jato roxo contra o pokémon de fogo. Carla mantendo a calma abre a boca lançando uma grande rajada de chamas.
Os dois golpes se chocam mantendo um equilíbrio ate que as chamas dominam o ácido e em seguida ambos explodem.
- Carla, rápido use o Fire Spin.
- Arbok pare isso com Gunk Shot.
A Charmeleon logo abria a boca novamente e respirando fundo dispara algumas chamas contra a cobra. Arbok, sem perder tempo abre a boca e uma luz branca se concentra entre os dentes. Aos poucos um saco de lixo tomava forma entre a luz e logo em seguida era arremessado contra as chamas. Ambos os golpes pereciam se chocar, quando as chamas desviaram do saco e seguiram direto contra a cobra. O saco teve seu caminho livre e acertou em cheio a pokémon de fogo.
- Carla, se recupere rápido e use o Dragon Rage.
- Arbok ignore as chamas, use o Thunder Fang.
Em uma grande rapidez a cobra desliza pelo chão avançando bem rápido e com a boca aberta mostrava seus dentes afiados. Era possível ver descargas elétricas passando pela boca do pokémon venenoso. Já Carla, abria a boca novamente enquanto uma luz roxa a envolvia e logo em seguida se concentrava na boca criando uma esfera roxa.
Com os dentes eletrificados a cobra avançava e no ultimo segundo ergue seu corpo afim de morder a cabeça da Charmeleon. Porem ao se aproximar leva com tudo a esfera bem dentro da boca. O choque do ataques fez Arbok ser lançada contra uma árvore quebrando a mesma.
- Ótimo Carla, agora use o Flame Burst.
- Arbok se recupere logo, use o Wrap.
Arbok balançava a cabeça e com um pouco de dificuldade desvia dos pedaços da árvore que tinha batido. Carla aproveita esse pequeno tempo e respirando fundo sua boca se enche de chamas novamente, porem estas eram mais fracas que as anteriores. A cobra já um pouco recuperada avança ate seu oponente, ou melhor tentou. Foi só ai que o pokémon percebeu que as chamas de antes circulavam seu corpo porem era tão pouco que nem dava para perceber. Agora Carla liberava as chamas com um único alvo. Aumentar o fogo que circulava Arbok.
- Perfeito, agora só usar o Flamethrower novamente.
- Arbok ignora esse fogo tosco meu filho. Vá logo e use o Wrap.
A cobra não queria ignorar as chamas já que as mesmas diminuíam conforme o tempo.
Carla aproveita o pânico da inimiga e sem perder tempo enche o pulmão de ar. O fogo volta a dominar sua boca e logo era disparado em uma grande rajada de fogo. Arbok não teve muita escolha recebeu o golpe sendo jogada aos pés de seu mestre e pra piorar as chamas que a circulavam agora queimavam sua pele deixando grandes feridas no pokémon.

___________________________________________________________________________________

- Como?
- Simples, você perdeu.
O Homem retorna seu pokémon e de cabeça baixa da meia volta, voltando por onde veio.
- Olha o que você fez com ele. - Recrutou seu companheiro.
- Por que? Quer tentar passar por mim ainda? - Perguntei.
- Haunter saia. - O homem lançou uma pokébola para o alto.
A esfera se parte liberando um pokémon com uma aparência estranha.

.........................
VS
.........................
___________________________________________________________________________________

- Carla use o Flamethrower.
- Haunter use o Dark Pulse.
Os dois Pokémon já se preparavam, Carla abria a boca enquanto respirava fundo. As chamas se concentravam em sua boca e aos poucos o calor de seu corpo ia aumentando. Haunter com suas mãos fantasmas é envolvido de uma energia negra que em segundos se concentra na boca do mesmo. Os dois ataques estavam prontos um Dark e outro Fire. Como se um apito soasse na mente dos dois os ataques eram liberados no mesmo segundo. As duas rajadas se chocam e com a colisão acaba criando uma explosão.
- Carla cuidado, utilize o Flame Burst.
- Haunter use o Shadow Ball.
Os dois Pokémon seguiam suas ordens sendo fieis a seus mestres. Haunter junta suas mãos flutuantes enquanto uma energia fantasmagórica as envolve. Já Carla respira fundo, e sua boca se enchia de chamas novamente dessa vez mais fracas que as outras. O Pokémon fantasma separa as mãos e a energia já tinha criado uma esfera. Novamente os ataques são liberados no mesmo segundo se chocando um contra o outro, a esfera foi tomado pelas chamas e explode fazendo as chamas se apagarem com o vento.
- Assim fica difícil. Carla use o Fire Fang.
- Haunter Shadow Punch.
O fantasma fecha uma de suas mãos em forma de punho e assim uma energia fantasmagórica a rodeia. Carla sem esperar um segundo abre novamente a boca enquanto deus dentes esquentam e começam a pegar fogo. A medida que a Charmeleon se aproxima de seu oponente seus dentes ficam cada vez mais quentes. Já Haunter só esperava o momento certo para atacar. O Pokémon de fogo salta pra cima a fim de morder a cabeça do fantasma, porem acaba sendo pega de surpresa por um soco no estômago e é arremessada conta as árvores atrás de mim.
- Carla! - Gritei olhando pra trás.
- Haunter use o Dark Pulse novamente.
O Pokémon fantasma fecha os olhos enquanto a energia negra volta a envolver ele, se concentrando a sua frente. Carla se levanta no meio das folhas e pedaços de troncos e com uma das garras na região atingida fica em pé com um pouco de dificuldade. A Charmeleon já se preparava pra caminhar quando um raio negro corta o ar e a atinge, jogando-a contra os pedaços de madeira no chão. O Pokémon fantasma emitindo uma risada sinistra mostrava-se feliz com aquilo.
- Bom trabalho Haunter, termine com isso com um Hex
As folhas e a terra mal tinham abaixado e o Pokémon fantasma se preparava para atacar de novo. Seus olhos pretos tomam uma coloração roxeada com um toque de vermelho enquanto uma energia completamente negra o envolve. As pedras atrás de mim se mexem e ao me virar vejo Carla se levantando com dificuldade, ela seria a ultima a desistir daquela luta.
- Carla ataque com o Flamethrower mais uma vez.
A Charmeleon respira fundo e quando estava pronta, dispara uma rajada de fogo contra o fantasma. Haunter nem liga pra chamas vindo te acertar, trata logo de levantar Carla no ar e usar a energia negra para causar-lhe danos, porem o Pokémon não ficou ileso recebeu o golpe de fogo bem na cara indo pra trás. O Pokémon de fogo após receber o golpe cai novamente em cima das folhas. Machucados, cortes e muito sangue, mesmo com tudo isso a Charmeleon tinha a teimosia de se levantar novamente. Mesmo que suas escamas já estivessem vermelhas de sangue das feridas.
- Carla, já chega, retorne. - Falei pegando a pokébola do Pokémon.
- Hahahahahahaha! Agora esta com medo de perder o Pokémon? Haunter vamos use o Mean Look impedindo que ela fuja.
Nem era preciso usar o movimento, Carla se recusava a voltar pra pokébola e aproveitava a breja do inimigo. Logo abria a boca e dela liberava algumas chamas. O fogo circulava o Pokémon fantasma o deixando preso e assim o Fire Spin terminava seu trabalho.
- Droga! Haunter use o Hypnosis logo.
- Carla Inferno no chão.
O Pokémon era envolvido com um brilho rosado, deixando seus olhos em um tom mais escuro. Carla em cima das folhas, era envolvida por um calor intenso enquanto a chama de sua cauda crescia e tomava um tom azulado. As ondas de calor passavam pro chão esquentando toda a floresta. As chamas que circulavam Haunter aumentaram e o circulo foi diminuindo cada vez mais rápido. Graças as chamas circulando o fantasma, a Charmeleon nem reparou no Pokémon e acabou por não ser afetada.
O calor aumentava e Haunter era afetado por ele, o gás de seu corpo começava a esquentar e assim a queimar o Pokémon. O circulo de fogo se fechava e sumia logo em seguida, junto com ele Haunter desaparecia. O Problema daquele ataque era que ao olhar em volta foi possível ver tudo em chamas.

___________________________________________________________________________________

- Como?
- Ele era um Gás cara, a água dele evapora e o resto é espalhado pelo ar. Boa sorte pra restaurar ele agora. - Falei indo ate Carla. - Bom agora já chega, retorne e descanse um pouco.
Dessa vez a Charmeleon retornou para sua pokébola sem reclamar.
O homem sem falar nada corre dali se desviando das chamas. Olhei em volta e como esperava estava rodeada de fogo. "E agora? como vou sair daqui?" Foi ai que a resposta chegou, um piado ecoou pela floresta. Um raio azul cortou o ar e congelou toda a área que estaria sendo queimada. Olhei pra cima e lá estava, Articuno sobre voava a floresta e com seu raio congelante apagava as chamas.
"Vou entender isso como um obrigado. To parecendo uma boba, achando que um lendário fosse escutar meus pensamentos."
A Ave emite um piado e com os olhos em mim volta a voar por um caminho que só ela sabia seguir.
- Será? - Perguntei baixinho pra mim mesma. - Não, devo ter ficado doida isso sim.
Começo a caminhar por entre o gelo pensando sobre Articuno.


Thanks @Lilah for CG




Lua

avatar
Mary'
Administrador
Administrador

Poke Regras :
Feminino Número de Mensagens : 2228
Idade : 19
Localização : ¬¬ Pra que quer saber?
Humor : Depende da pessoa com quem eu falo
Data de inscrição : 20/07/2012

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Jornada} Mary'

Mensagem por Dtwist em 23rd Dezembro 2014, 10:03

Avaliação:

A sua batalha não tenho nada oque falar pois esta impecável, além de conseguir diferenciar bem as falas dos personagens e deixar destacado a parte entre batalha e história.

Porém não acho que a parte da história foi essas coisas os fatos aconteceram um pouco rápido.

Nota: 5 Stars




avatar
Dtwist

Poke Regras :
Número de Mensagens : 384
Data de inscrição : 17/03/2014

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Jornada} Mary'

Mensagem por Mary' em 10th Janeiro 2015, 12:52


Post: #003
Tipo: Treino [ ] Captura [ ] Evolução [✖]
Evolução: Carla

Pro céu...Carla!



O que antes era uma floresta verde passou a ser um paraíso congelado. A grama antes verde foi coberta por neve e gelo, árvores ganharam uma cobertura de gelo, pedras ficaram congeladas e meu caminho completamente escorregadio. Sem duvidas um belo Ice Beam. Realmente Articuno tinha um poder incrível, além de apagar as chamas com gelo a ave consegui congelar boa parte da floresta.
Voltei a olhar pro céu procurando a bela ave, porem não encontrei nada além de nuvens cobrindo o sol. Queria poder ter agradecido o lendário, mas já era tarde de mais. Olho para meu caminho coberto de neve e penso em usar Carla para derreter o gelo. "Não, não posso usa-la agora. Tenho que ir a um Centro Pokémon primeiro."
Fechei os olhos por alguns segundos pensando no que fazer. "Próximo passo, Pewter City logo depois Mt.Moon, chatinha essa vida de treinador em." Não que eu não tivesse escolhido. Não, pera. Eu não escolhi, mas já é tarde pra voltar agora. Minha única missão era ajudar Mew, agora só faltava saber aonde estaria o lendário.
Olhei para a estrada congelada e com todo cuidado comecei a caminhar tentando não cair. Por algum motivo a floresta congelada voltou a ter vida, vários pokémon começaram a sair de suas tocas ou de onde estavam escondidos. Talvez pelo fato de terem visto um lendário voando livremente os tenham encorajado e quem sabe, fazerem eles lutarem por sua própria liberdade.
Alguns minutos caminhando devagar consegui finalmente sair do chão congelado e voltar a terra firme, porem não ia ser por muito tempo, já que mais a frente se encontrava Pewter City e com ela o chão completamente coberto de cimento. "O que leva as pessoas a fazerem isso?" Pensei comigo mesma enquanto caminhava ate a entrada da cidade.

Não era muito grande, tinha quantos habitantes? 60 no máximo. O que mais se destacava além é claro do Centro Pokémon e do PokeMart, era uma base militar ali, bem no centro da cidade. Logo de inicio fiquei com medo daquela estrutura gigante, parecia que nada iria conseguir entrar ali, quem dera então sair. Guardas rodeavam a construção o tempo todo não deixando um único lugar sem ser vigiado. Carros um pouco diferentes do normal saiam e entravam o tempo todo. Nesse momento um helicóptero desce em direção ao meio da base entrando e pousando ali dentro. Logicamente ou em um estacionamento ou uma pista de pouso mesmo. Não demorou muito para os guardas se moverem mais de pressa entrando e trocando de lugar com outros.
Uma limousine entrava na base seguida de mais um carro estranho e mais algumas motos de policia. Provavelmente alguém importante tinha chegado a cidade.
Desviando o olhar da Base militar sigo para o CP, dessa vez uma estrutura mais simples com a cor vermelha predominante e bem ao lado o PokeMart com sua cor azul.
Logo que entrei já reparei na pouca quantidade de pessoas ali. Algumas conversavam animadas, outras já preocupadas com alguma coisa na cidade. Ignorei alguns olhares pra mim e seguir ate o balcão que tinha logo a frente. Como em minha região de origem, Unova, uma mulher vestida de branco vem me atender. A única diferença entre as duas regiões era o penteado da mulher.
- Em que posso te ajudar? - Perguntou gentilmente a mulher.
- Gostaria que curasse meu pokémon. - Falei um pouco baixo.
Não era normal pessoas terem pokémon e se reparasse mais de perto veria que muitas teriam medo de ter um.
- Posso te ajudar, porem poderia me seguir? - Falou baixo.
Não questionei, apenas segui ela. Andamos por um corredor ate a ultima porta, a enfermeira abre com uma chave que guarda no bolso do avental e assim que liga a luz me convida a entrar.
Não era lá grande coisa, apenas um quarto branco com uma maquina gigante no centro, um pokémon rosa usava um pano para limpar o equipamento e ao nos ver para sua limpeza. A bolinha rosa com um ovo no que parecia ser um bolso se aproxima de sua mestra.
- Essa maquina geralmente ficava lá na frente, porem com a guerra entre pessoas e pokémon pediram que eu colocasse o equipamento de cura em um lugar seguro que ninguém pudesse encontrar. Chansey mantém a maquina funcionando e em ordem ate que alguém com pokémon queira recuperar seu seu companheiro. Em todos os Centros Pokémon você ainda poderá curar seus pokémon, alguns tentaram evitar isso porem todas as Enfermeiras Joy irão te ajudar.
Era muita coisa, por que tentariam me impedir de recuperar os pokémon? Então ainda há gente com pokémon por ai, mas por que? Muitas perguntas e nenhuma pergunta, mas não era hora pra isso. Tiro do bolso a pokébola de Carla e entrego para o pokémon rosa. A bolinha coloca a pokébola em um buraco, depois aperta outro botão e se afasta. A maquina brilha e na tela de cima aparece um Charmeleon Shiny e sua barra de vida zerada, alguns segundos passam, um barulho soa pela sala e a barra de vida do pokémon torna a encher com rapidez. Logo depois o aparelho apaga as luzes e o pokémon rosa retira a pokébola dali e entrega pra mim.
Era uma maquina estranha, porem funcionava trazendo vida novamente a pokébola, que assim que percebe que era eu começa a esquentar. Mostrando que o pokémon ali dentro queria sair. Não vi motivo para evitar aquilo e lance a esfera no alto. O objeto se parte no meio liberando uma luz azul, que ao tocar no chão começa a se formar em uma lagartixa. A luz some dando lugar a minha Charmeleon brilhante. Chansey (esse era o nome do pokémon né?) se aproxima da Carla e as duas logo parecem fazer amizade. Aproveitei aquele momento para usar a pokedex no pokémon.

Pokedex:

Chansey
(Pokémon Ovo)

Tipo:
Sendo raras e de difícil captura, é dito que ela traz felicidade para o treinador que a pega. Seus ovos são nutritivos e recomendados para uma alimentação balanceada. Anda com cautela para evitar ter seu ovo quebrado.
(Oval Stone + Dia) (Felicidade)

Extinto na grande guerra.

O dispositivo terminava sua analise e desligava sozinho. Era de se esperar que algumas espécies de pokémon estivessem sido extintas com essa guerra. O que realmente me surpreendeu foi que minha Pokedex era capaz de reconhecer outras regiões além de Kanto, não era muito comum isso a menos que você estivessem em uma jornada em Kalos, a única região com uma grande variedade de pokémon. Guardei o aparelho na mochila e chamei Carla para voltarmos para nossa jornada. A enfermeira da a dica de retornar a Charmeleon para não chamar atenção, porem a pokémon se negava a retornar. Ela queria ficar fora da pokébola, livre daquela prisão redonda. Não neguei o pedido apenas abri a porta e segui junto de meu pokémon pra fora. Chansey volta a limpar a maquina evitando que algo aconteça a ela. Joy fecha a porta e me acompanha ate o balcão.
Voltando a recepção percebo que tinha uma multidão aonde seria o refeitório. A enfermeira vai ate a multidão na maior pressa, como se alguém estivesse a esperando. Carla ao meu lado ficava a olhar para as pessoas o que em sua maioria seriam meninas. "Será alguém famoso?" Pensei, na hora lembro do helicóptero descendo do céu para dentro da base militar.
Nesse momento todos foram surpreendidos com uma concha amarelada voando pelo ar e caindo no meio da multidão.
- Por favor senhoritas poderiam abrir caminho?
A voz vinha do meio da multidão. As meninas abrem um caminho em direção ao balcão e é claro ate mim, afinal ainda estava ali parada apenas olhando a situação. Do meio das meninas sai uma lontra azul, com duas conchas nas coxas uma de cada lado. Não era difícil saber que pokémon era: Dewott a evolução de Oshawott o inicial de água de Unova. Como nasci naquela região não era um mistério pra mim saber os iniciais e suas evoluções. Logo depois do inicial aparecer, um garoto sai do meio das meninas. Vestindo uma jeans junto de uma jaqueta, com detalhes azul, aberta mostrando uma blusa branca por baixo, nada que não fosse normal para um garoto qualquer. Ele vem em minha direção e parece surpreso ao ver Carla ao meu lado.
- Vejo que tem um pokémon. - Dewott logo se aproxima de Carla estendendo a pata.
A Charmeleon não entende muito bem e olha pra mim.
- Meu nome é Akira e esse é Dewott meu companheiro. - Falou o garoto se aproximando e estende a mão pra mim.
- Bom, o meu é Mary e essa é Carla. - Falei apertando a mão do menino e mostrando a Carla como se faz.
A pokémon assim que entende, estende a garras a lontra e os dois se cumprimentam. Assim que se soltam, Dewott volta pro lado de seu dono. Já Carla apenas fica olhando o pokémon.
- Se me der licença. - Falei me virando e seguindo pra fora do Centro Pokémon.
Carla logo vem me seguindo com seus passos rápidos e meio sem jeito. A porta se abre sozinha e bem a minha frente a limousine preta estava estacionada com dois seguranças grandes parados na porta do CP. Os dois me olham por alguns segundos e voltam a encarar o nada. "Legal saber que tem dois seguranças gigantes aqui. Ai meu Arceus não quero me meter em uma briga com ele." Pensei andando pra bem longe deles.

Bom pensando pelo lado positivo não tinha me metido em uma briga com os seguranças porem metade dos guardas deveriam querer me prender, ou me matar. Assim que sigo a calçada para o centro da cidade acabo por chamar algumas atenções graças a Carla, que além de um inicial era Shiny. Não tive outra escolha a não ser correr, já que metade dos homens vieram pra cima com pokémon gigantes.
Corria o mais rápido que eu podia e por sorte Carla vinha logo ao meu lado. Corremos ate virarmos em uma rua sem saída, com um grande muro bem a frente. "Ai serio mesmo? Saudades de uma placa avisando, 'Rua sem saída' parece que não se tem mais isso hoje em dia." Suspirei desapontada com minha própria burrice. Carla logo fica a minha frente pronta pra me proteger.
"Será que eu consigo? Deve ter mais de 20 homens. Mas pra que tudo isso? É só um Charmeleon." Realmente minha situação não era nada bonita e parecia que ficava cada vez pior conforme eles se aproximavam. Respirei fundo e fechei os olhos por alguns segundos. "Tudo bem, vamos pelo menos tentar." Olhei pra Carla e sem dizer uma única palavra, a Charmeleon já se colocava pronta para batalhar.

??????..........................
VS
.........................


[Musica 1] [Musica 2] [Musica 3] [Musica 4]
(Cuidado: Manter volume baixo)
___________________________________________________________________________________

- Carla, Fire Blast.
Eu adorava aquela Charmeleon, mesmo sem um alvo especifico e não negava atacar. Carla já abria a boca e com os olhos pegando fogo respirava fundo, enquanto uma grande quantidade de fogo se concentrava entre seus dentes. Já pronta a lagartixa dispara uma grande bola de fogo contra os homens, porem a esfera em chamas se transforma em uma letra japonesa parecida com um T e em seguida segue ate seu alvo. Assim que o ataque encostou nos homens ainda explodiu espalhando as chamas pelas paredes das casas próximas e além de queimar os homens da linha de frente ferio os que estavam atrás.
- Ótimo, agora siga com um Flamethrower e tente abrir um caminho.
A Charmeleon olha pra mim de canto e concorda com a cabeça. Mais uma vez ela respira fundo e com a chama de sua cauda brilhando mais intensamente abre a boca. Não demorou muito pros homens saberem o perigo em que estavam e libertavam alguns de seus pokémon, alguns morcegos, outros já eram grandes com cores diferentes, alguns com uma porca na cabeça e outros com mais de dois braços.
(OFF Rapidinho: Para melhor imaginação da cena: Golbat's, Nidoking's, Nidoqueen's, Rhydon's e Machamp's)
Sem se intimidar nem um pouquinho A pokémon brilhante seguia sua ordem, encheu sua boca de chamas e as disparou em uma única rajada contra os morcegos. As chamas brilhavam enquanto cortavam o ar em direção dos pokémon. Um morcego, dois, três, quatro, um por um era acertado e suas asas eram queimadas impedindo que eles voassem, deixando alguns já fora de combate.
- Parece que eles são os mais fáceis, vamos tentar sair por ali. Use Flame Burst.
Os grandes pokémon apenas se mantinham parados apenas observando e evitando que as chamas fossem contra seus mestres. Por algum motivo eu achava isso suspeito, mas por outro lado era uma chance de tentar sair dali. Já os morcegos que ainda estavam vivos se espalharam entre os pokémon grandes, provavelmente para se defender. Agora não tinha um lugar com maior concentração desses pokémon dificultando ainda mais minha saída.
Carla olhava para seus oponentes e sabendo que aquilo não seria fácil ainda tenta atacar. Ela respira fundo, seus olhos ficam fixados em algum ponto entre os pokémon, abrindo a boca a Charmeleon começa a se concentrar enquanto chamas começam a formar uma grande esfera na frente da pokémon. Parecia que já sabia aonde atacar e em quem mirar. Em um giro rápido com a cabeça Carla lança a esfera contra a multidão de pokémon. Porem o efeito foi bem inesperado, a esfera passou por de cima dos pokémon acertando atrás deles ou seja nos homens que ali estavam, com uma explosão de chamas muitos foram ao chão (jeitinho mais bunito de falar que morreram).
- Modo mais simples ate, porem faltou a linha de frente. - Falei olhando os pokémon já bravos. - Vamos lá, outro Fire Blast.
Pronto, pela primeira vez vi o que seria o começo de uma guerra entre pokémon. Se eu ia vencer? Quem sabe, Arceus que não, afinal ele já tinha coisa de mais para se preocupar.
Com um rugido de um dos pokémon cinza com broca na cabeça, as demais espécies avançaram. Com grande velocidade, ou melhor em baixa velocidade, já que a maioria era grande e pesado ou as asas já estavam queimadas. Só uma pequena quantidade de morcegos não foram atingidos antes já que estavam em outros lugares. Agora esses poucos morcegos voavam em grande velocidade contra Carla, alguns com as asas brilhando (Wing Attack) outros com a boca aberta e com os dentes brilhando (Bite) e os poucos que ficaram pra trás bateram as asas e assim que as abriram lançaram estrelas que seguiam seus companheiros (Swift).
Carla só esperava a hora certa, e como esperado apenas fechava os olhos escutando tudo a volta. O som das asas foi ficando cada vez mais alto conforme os pokémon se aproximavam. Foi nesse minuto que a Charmeleon abriu os olhos, os mesmos já pegavam fogo. A chama de sua cauda ficou mais forte. Abrindo a boca revelava chamas já saindo de sua garganta, não demorou muito para o fogo circulasse toda boca da pokémon. Em um rápido movimento pra trás com a cabeça Carla lançava outra esfera de fogo. A bola de chamas seguiu no meio dos morcegos e no ultimo segundo se transformou no T engolindo todos com seus "braços de fogo" deixando fora de combate todos aqueles pokémon voadores, para o toque final o T ainda voou por mais alguns metros acertando o primeiro pokémon grande da linha de frente e foi ali que explodiu derrubando o mesmo pra trás. Uma grande quantidade de fumaça subiu com a explosão cobrindo todos os pokémon próximos.
- Tudo bem, por enquanto estamos em vantagem. Crie uma parede de fogo usando o Flamethrower.
O plano era simples, manter os inimigos longe ate achar uma saída. Pelo que parecia nos mesmas teríamos que criar uma saída, já que os pokémon não iam nos deixar em paz. Olhei em volta, as paredes dos prédios nunca nos iam deixar passar, talvez a única saída fosse o céu. Suspirei vendo que entre os prédios era possível se ver o céu. "Pelo visto, ou abrimos um caminho ou teremos que voar." Como se voar fosse fácil...
Carla já se preparava novamente para atacar, colocando uma das patas pra trás e respirando fundo. Sua cauda novamente começa a queimar mais fortemente, isso já era o sinal. A Charmeleon abre a boca e com as chamas já em seus dentes dispara a rajada de fogo de parede a parede dos prédios, cirando assim uma divisão entre nos e nossos oponentes.
Não demorou muito para um dos monstros do outro lado rugir alto, mas o que realmente me surpreendeu foi uma rajada de fogo (Flamethrower) passando pelas chamas como se não fossem nada e com grande velocidade acertando Carla em cheio. A Pokémon de fogo é arrastada pra trás, porem usando suas garras se mantém ainda em pé. Atravessando o fogo um pokémon roxo aparece e com um rugido a parede de fogo se apaga, liberando o caminho. Com um passo pra frente um dos pokémon com porca na cabeça se prepara para atacar, porem acaba sendo impedido por um fato bem diferente.
___________________________________________________________________________________

Carla ainda em volta da fumaça do ataque, fecha os olhos. A chama de sua cauda cresce ficando o dobro do que geralmente é, ela abre seus olhos que agora pegavam fogo. A Charmeleon rosnava dentro a fumaça e foi ai que as chamas de sua cauda começaram a envolver toda, a fumaça aumentava cobrindo o que tinha ali dentro. A pokémon de fogo aumenta de tamanho, suas garras crescem, sua cauda ganha o dobro de força e de chamas. E foi ai que surgiram, duas imensas asas cresceram nas costas do pokémon. Os olhos vermelhos mostravam a grande raiva do pokémon e estava na cara o que viria a acontecer. Abrindo as asas e com um grande rugido a pokémon sai da fumaça para o céu, sobrevoando o beco.
Automaticamente o dispositivo em minha mochila apitava e em modo automático me dava as informações em sua voz robótica.

Pokedex:

Charizard
(Pokémon Réptil)

Shiny:

Tipo:
Seu fogo é quente o suficiente para derreter rochas. Quando nervoso, a chama em sua cauda queimará intensamente. É orgulhoso e voa pelos céus em busca de adversários poderosos.
(Level 16) (Level 36)
Dex completa

"Acho que agora fica mais fácil pra voar." Mas será que era isso mesmo? Não sabia o que fazer, Carla voava em círculos testando suas novas asas. O homens ainda vivos junto de seus pokémon e os de seus amigos mortos apenas olhavam a dragão. "Por que apenas olham? Por que não atacam? Será que foram ordenados a não atacar? Mas quem estaria por trás disso?" Pronto, mais perguntas e nenhuma resposta. Mesmo que eu não as tenha, não poderia ficar parada esperando alguma coisa acontecer sozinha.
- Carla. - Gritei.
A Charizard Brilhante me olha com seus olhos vermelhos brilhantes e imediatamente voltam ao seu ruby natural. O grande dragão voltava para a minha frente sem nenhum medo do que estaria por vir.
- Lindo, uma evolução digna de um Shiny. - A voz era conhecia e vinha da direção dos homens.
Um por um foi abrindo caminho ate que o o garoto saiu dali com o que parecia ser um lustre de luz azul. Nem preciso falar que era Akira porem com um pokémon diferente ao seu lado.
- Agora que o Shiny evoluiu. Alev vamos. - Disse o garoto chamando seu pokémon.
o Pokémon lustre púrpura já tomava a frente de seu mestre.
- Vou ser direto, entre o pokémon e te deixamos ir embora.
Não pude evitar rir da frase. "Ate parece que eu me entregaria assim tão fácil." Akira parecia não estar brincando, apenas me olhava serio esperando minha resposta.
- Generosa proposta senhor. - Falei implicando ele. - Carla.
Mais uma palavra? Pra que. A Charizard já se preparava para lutar e com os olhos vermelhos brilhante novamente se mostrava pronta. Um brilho na chama de sua cauda e a cor mudava de vermelho fogo para azul/branco.

.....................
VS
....
___________________________________________________________________________________

- Carla, Fire Blast.
- Só ative sua habilidade, Flash Fire
Por algum motivo o "Fire" da habilidade já me causou desconfiança. E não é que eu estava certa...
Carla com os olhos em chamas já se preparava e respirava fundo. Chamas envolvem a boca da pokémon esquentando todo o corpo. A chamas de sua cauda queimava intensamente enquanto o ataque era formado. A Charizard lança o ataque com um único movimento com a cabeça.
A esfera de fogo voa contra seu alvo, que se mantinha parado apenas esperando. Faltando poucos centímetros a bola de fogo se transforma no T gigantes, chocando contra o inimigo e explodindo. Porem o resultado não foi o esperado, a luminária apenas balançava de um lado pro outro na maior tranquilidade enquanto o fogo era absorvido por suas chamas azuis.
- Entendeu agora? Nenhum ataque tipo fogo ira afetar meu Pokémon. Porem toda vez que usar um, servira apenas para subir a força dos meus ataques tipo fogo. Alev Inferno.
- Olha lá todo metidinho, achando que é o único com truques. - Falei pra mim mesma. - Carla, Dragon Dance e seja livre.
Não sabia se ela iria entender o que eu quis dizer, mas também teria que ser na sorte.
A luminária ainda em sua calmaria balançando de um lado pro outro, faz com que sua chama central aumentasse dobrando de tamanho. Os olhos antes amarelos tomavam uma coloração avermelhada, não tão brilhante como os de Carla, eram mais suaves. E pelo que parecia tudo naquele pokémon era calmo, menos os ataques. O pokémon não demonstra mais nenhuma mudança porem uma grande quantidade fogo começa a se formar em sua frente, tomando forma de uma esfera brilhante. Sem mais a luminária se inclina pra trás e ao voltar pra frente lança a esfera de fogo contra Carla.
A Charizard mantinhas-se parada com as asas fechadas. Um circulo roxo apareceu bem aos seus pés e com a luz envolveu a pokémon, dois dragões chineses apareceram em meio a luz roxa e circulavam Carla sumindo logo após a segunda volta. Sem esperar mais um segundo a pokémon de fogo abre as asas e levanta voo. A esfera de fogo bate no chão explodindo ali mesmo, levantando uma boa quantidade de fumaça.
- Carla, Dragon Pulse. Se ataques de fogo não o afetam, não será por falta de golpe então.
- Agora que entendeu, Alev Shadow Ball
Ainda em seu balanço o lustre seguia seu ritmo sem aumentar ou diminuir a velocidade. O Pokémon de fogo era envolvido por uma energia negra que aos poucos se concentrava em sua frente criando um esfera. A luminária pega impulso para trás e ao voltar joga a esfera negra contra a dragão.
Carla por sua vez abre a boca enquanto é envolvida em uma luz roxa que logo se direciona para a boca circulando os dentes da pokémon. A Charizard com um impulso dispara um raio roxo que ao se aproximar da esfera fica na forma de um dragão e engole o ataque, tendo uma explosão logo em seguida.
- Vamos acabar com isso, Smog
- Carla, Dragon Rush temos que sair daqui logo.
Mesmo vencendo aquela luta eu tinha a sensação de que algo iria acontecer com a gente.
Mais uma vez a luminária começa atacando e no seu balançar misterioso uma grande quantidade de fumaça começa a se formar em volta dela. Em um tom roxo escuro a cortina de fumaça começa a avançar por todos os lados nos encurralando ali sem poder ver o que estava acontecendo do outro lado. Mesmo com aquela cortina ainda era possível se ver um pouco das chamas púrpura do adversário. Isso era uma bela chance e Carla não demorou muito para aproveitar, ficando envolvida em uma aura. Com um impulso dos pé a pokémon levanta em um rápido voo contra o inimigo, em meio ao caminho a aura roxa se transforma em um dragão tendo foco em seus olhos vermelhos.
A Charizard passa pela fumaça sem ser afeta enquanto a fumaça tóxica era anulada contra a aura de dragão, tendo seu caminho praticamente livre ate seu oponente e aproveitando sua alta velocidade joga a luminária em cima de seu mestre derrubando ambos no chão.
Por fim Carla da meia volta retornando ate mim e entendendo o recado anterior pousa ao meu lado me permitindo subir em suas costas.

___________________________________________________________________________________

- Odeio acabar com a festa mas infelizmente tenho mais coisa pra fazer em minha vida. - Falei já em cima de Carla. - Pro céu!
Em duas fortes batidas de asa a dragão levanta voou ficando acima da fumaça, que agora sumia aos poucos. Nos afastamos dos prédios e logo antes de sair aproveitei o momento.
- Por que não? Posso voar agora. - Carla me olha por cima do ombro tentando entender. - Taca fogo em tudo.
Pronto, mais nenhuma palavra era preciso ser dita. A Charizard abria a boca e respirando funfo deixava sua boca coberta de chamas. Com um movimento com a cabeça a pokémon dispara outra esfera de fogo contra todos que estavam ali em baixo. O ataque descia em alta velocidade e antes de chegar ao chão fica na forma do T e em seguida acerta todos explodindo tudo que estava ali.
Era certo que o garoto tinha sobrevivido as chamas, mas quem se importa? dei dois tapinhas no pescoço de meu pokémon avisando que já podia ir. E assim foi feito, batendo mais forte as asas seguimos em direção ao Mt.Moon enquanto era possível se ouvir sons de bombeiros e policiais.


Thanks @Lilah for CG




Lua

avatar
Mary'
Administrador
Administrador

Poke Regras :
Feminino Número de Mensagens : 2228
Idade : 19
Localização : ¬¬ Pra que quer saber?
Humor : Depende da pessoa com quem eu falo
Data de inscrição : 20/07/2012

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Jornada} Mary'

Mensagem por Dtwist em 10th Janeiro 2015, 13:17

Avaliação:
Bom tenho poucas coisas a dizer sobre sua evolução. Você ultilizou algumas colocações que não se aplicam a um texto culto, mas nada que impeça a sua nota, pois o restante esta perfeito. (Pro céu)

Nota: Ótima




avatar
Dtwist

Poke Regras :
Número de Mensagens : 384
Data de inscrição : 17/03/2014

Ficha de Personagem
Insignias Conquistadas :
1/1  (1/1)
Fitas Conquistadas:
1/1  (1/1)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Jornada} Mary'

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum